Tela “Nova aba” do Firefox passa a exibir propagandas baseadas em sua navegação

Por Redação | 14 de Setembro de 2015 às 13h55

A gente aposta que você estranhou bastante o título desta notícia. Se você é um pouquinho antenado no mundo da web, deve estar careca de saber que a Mozilla, organização responsável pelo desenvolvimento do Firefox, bate constantemente na tecla da internet livre e aberta, na qual o usuário tem o controle da sua privacidade.

E quando se fala em propagandas na internet, a primeira coisa que vem à cabeça é, justamente, violação de privacidade (mesmo que escondida sob termos e condições de uso). Sendo assim, como pode a Mozilla adicionar anúncios baseados em sua navegação? Calma, a empresa tem uma boa explicação para tudo isso.

De acordo com a organização, os anúncios direcionados a você levarão em conta o seu histórico de navegação para oferecer propagandas de páginas de parceiros que supostamente são de seu interesse. A diferença aqui, contudo, é que as propagandas não ficam escondidas, sendo marcadas de forma clara para deixar você ciente de que aquilo é um anúncio.

Propaganda local

Além disso, o grande diferencial fica por conta da forma utilizada pela Mozilla para oferecer propagandas. A companhia não retém seus dados, tampouco os compartilha de forma individual com outras empresas. Os anunciantes recebem essas informações em uma espécie de pacote e, depois, as propagandas em si são baixadas dos servidores da Mozilla para o aplicativo.

Então, o processo de decisão que vai selecionar quais sites sugeridos serão exibidos de forma específica para você acontece todo dentro do próprio navegador, levando em conta para isso as suas informações de navegação. Em suma, é como se um grande repositório de anúncios estivesse à disposição e fosse exibido conforme combinasse com o seu histórico de navegação.

Contudo, você permanece no controle, visto que pode apagar o histórico de páginas visitadas a partir do seu navegador. Então, supondo que você tenha visitado uma loja virtual que vende camisas de futebol, mas não quer que essa informação seja utilizada para oferecer sites sugeridos no Firefox, pode apagá-la de seu histórico.

Garantia de privacidade

Para concluir quais os anúncios ideais para você, o navegador leva em conta ainda outras informações, como idioma de preferência e informações sobre os blocos exibidos na tela “Nova aba” (como quantas vezes ele foi exibido, qual seu grau de interação com ele e por aí vai). Além disso, a forma como você interage com esta informação também é analisada.

Propaganda Firefox
Mozilla detalha a forma de funcionamento das propagandas no Firefox — clique para ampliar (Foto: Divulgação/Mozilla)

Contudo, o material permanece sob os domínios da Mozilla por apenas alguns dias, garantindo assim a sua privacidade em um âmbito geral. “O dado é associado a um endereço de IP e fica armazenado por um período máximo de sete dias, enquanto a Mozilla avalia o desempenho de um Bloco”, contou um representante da companhia ao ZDNet. “Então, o endereço de IP é removido dos dados quando eles são armazenados. A Mozilla não cria nenhum perfil individual ao longo do tempo”, garante.

Usuário no controle

“Com os Suggested Tiles, nós queremos mostrar ao mundo que é possível entregar publicidade relevante e recomendações de conteúdo respeitando a privacidade do usuário e oferecendo a ele o controle de todos os seus dados”, escreveu o vice-presidente de conteúdo da Mozilla, Darren Herman, em maio deste ano, quando a companhia apresentou o conceito de seu sistema de publicidade.

E o compromisso da Mozilla com o respeito ao usuário não é só balela. Tanto é que, caso você simplesmente não queira ver sites sugeridos toda vez que abrir uma aba nova, basta desativar a função usando o botão de configurações ali presente. Nos dias de hoje, manter o usuário no controle sendo uma organização sem fins lucrativos parece ser algo bastante valoroso (não do ponto de vista financeiro, mas sim do ponto de vista ético).

Como o novo recurso leva em conta o idioma de preferência do usuário, atualmente, apenas versões em inglês dos Estados Unidos estão recebendo os Suggested Tiles. Contudo, em breve a novidade deve chegar às versões do Firefox em outros idiomas, inclusive o português brasileiro.

Fontes: Mozilla, PC World, ZDNet

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.