Plug in te desafia a navegar sem passar por Google, Amazon, Microsoft e Facebook

Por Wagner Wakka | 25 de Fevereiro de 2021 às 16h40
Divulgação/Economic Security Project

Você sabe o quanto as gigantes da tecnologia, como Google, Amazon e Facebook são necessárias para a internet atual? Para ajudar a ter uma noção de quantos sites passam por empresas como estas, o Economic Security Project lançou um plug in para navegadores que bloqueia todos os sites com IPs de Google, Facebook, Microsoft ou Amazon.

A ferramenta se chama Big Tech Detective e não somente impede que você visite os sites, como mostra algumas estatísticas sobre o quanto estas empresas estão inseridas na página visitada.

O objetivo é revelar que grande parte dos sites e, principalmente, das redes sociais está sob o guarda-chuva destas gigantes ou contam com serviços que elas possuem. Por exemplo, se um serviço usa a rede de nuvem AWS da Amazon, precisa fazer uma requisição sempre que um usuário visita o endereço. O que o plug in faz é verificar se houve esta requisição para alguma destas big techs — e quantas foram.

A questão é que são muitos e muitos sites que usam serviços simples destas empresas. Por exemplo, se uma página se aproveita de um conjunto de caracteres do Google Fonts, já se enquadra no plug in. Esse é só um dos vários exemplos.

A ideia não é mostrar que estas ferramentas são nocivas, mas alertar para o quanto a navegação atual depende destas empresas. Todos os buscadores convencionais (incluindo Duck Duck Go) caíram no alerta do plug in, bem como as plataformas de streaming. As redes sociais mais comuns também não podem ser acessadas com a ferramenta.

Se você quiser experimentar a ferramenta, ela está disponível para Google Chrome e Firefox.

Fonte: Big Tech Detective

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.