Participação do Internet Explorer no mercado de navegadores cai ainda mais

Por Redação | 01 de Julho de 2015 às 16h31

Em junho deste ano, o mundo conheceu oficialmente o Microsoft Edge, o novo navegador da empresa de Redmond que vai substituir o Internet Explorer no Windows 10. O mês também foi marcado pelo aniversário completo de 30 dias de disponibilidade do Chrome 43 e do Firefox 38. Tantos movimentos no mercado de browsers fizeram com que o Internet Explorer ficasse com uma participação inferior a 55%.

A notícia nos faz lembrar que nos próximos meses ainda veremos o Microsoft Edge roubar lentamente a quota do Internet Explorer no mercado, mas mesmo assim ainda levará anos até que o IE se torne completamente irrelevante para a web.

Enquanto isso, confira os números do mercado de navegadores referentes aos meses de maio e junho:

  • Internet Explorer: queda de 1,15 ponto, chegado a 54%
  • Google Chrome: alta de 0,86 ponto para 27,23%
  • Firefox: queda de 0,18 ponto para 12,06%
  • Safari: alta de 0,06 ponto para 4,99%
  • Opera: alta de 0,08 ponto para 1,31%

Se observarmos mais de perto a participação do Internet Explorer, veremos que ainda existe uma boa notícia para o navegador da Microsoft: sua versão mais recente (IE 11) cresceu 1,14%, chegando a 27,22%. Enquanto isso, o IE 10 ganhou 0,30 ponto percentual e subiu para 5,55%; já o IE 9 caiu 0,77% para 6,76%.

Em outubro de 2014, o IE 11 conseguiu passar o IE 8 para tornar-se o navegador mais popular do mundo, e a diferença continua aumentando. Essa nova tendência tornou-se possível quando o Windows XP, cujos usuários não podem realizar o upgrade do IE 8, começou a perder participação significativa. Como resultado, o IE 11 conseguiu crescer sem maiores empecilhos, pelo menos até a chegada do Microsoft Edge no final deste mês.

IE participação

Já o Google Chrome ultrapassou a marca de 25% de participação no mercado de navegadores em abril deste ano. Os números mostram que mais do que um em cada quatro usuários da web ainda usam o browser.

A versão 43 do Chrome é responsável por 17,55% desse número, enquanto o Chrome 41 caiu para 1,02% e o Chrome 40 caiu para 0,61%. As versões mais antigas também devem continuar caindo cada vez mais de acordo com os lançamentos de atualizações para o navegador, como é típico de ser ver nos números do gigante da web.

Chrome participação

Por fim, o Mozilla Firefox viu sua participação crescer 0,18% para 12,06% em junho deste ano. Felizmente, o sistema de atualização nativo do Firefox ainda funciona bem, e isso permitiu que a versão 38 do navegador ganhasse um aumento de 9,03%, enquanto o Firefox 37 caiu para 0,45% e o Firefox 36 caiu para 0,18%.

Firefox participação

Os números foram obtidos pela empresa de análise de dados Net Applications, que utiliza dados capturados de 160 milhões de visitantes únicos por mês, monitorando cerca de 40.000 sites para seus clientes.

Via Venture Beat

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.