Opera conta com recurso que bloqueia sites que mineram criptomoedas

Por Redação | 22 de Dezembro de 2017 às 10h42

A Opera anunciou nesta sexta-feira (22) que o Opera 50 já está disponível em sua versão beta, e que agora a versão de testes do navegador passará a oferecer um novo recurso que impede que sites minerem criptomoedas sem o consentimento do usuário.

O novo recurso nativo do Opera foi desenvolvido depois de alguns casos envolvendo sites de torrent e até mesmo de órgãos governamentais brasileiros, que supostamente estavam utilizando o computador de visitantes para realizar a mineração de criptomoedas.

Batizado de NoCoin, a função pode ser acessada a partir do Opera 50 Beta RC, disponível no menu de configurações do navegador. Quando ativado, o recurso bloqueia qualquer script de mineração de sites suspeitos de uma forma muito parecida com a ferramenta de bloqueio de anúncios.

Ativação do recurso NoCoin no macOS (Imagem: Opera)

"Depois de atualizar recentemente as regras do nosso bloqueador de anúncios, eliminamos os scripts de mineração de criptografia que abusam da capacidade de computação do seu dispositivo. Basta habilitar o bloqueador de anúncios da Opera para evitar que sites de mineração de criptografia façam seu trabalho sujo no seu computador", disse a Opera em seu blog oficial.

Também foi informado que o beta do Opera 50 agora conta com um novo suporte para vídeos em realidade virtual, funcionando também com o Chromecast e Oculus Rift. Todas as funções mencionadas na notícia ainda estão sendo testadas e devem chegar à versão estável do navegador em breve.

Fonte: Opera

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.