Novo sistema carrega páginas 34% mais rápido em qualquer navegador

Por Redação | 10 de Março de 2016 às 13h24

Os sites se tornam cada vez mais complexos, combinando uma grande variedade de recursos e funções, o que nem sempre permite uma navegação ágil se você tem uma conexão lenta com a internet. Mas um novo sistema anunciado na última quarta-feira (9) pelo Instituo de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) promete agilizar o carregamento de sites da web em 34% por meio de uma forma mais eficiente de trazer os arquivos da web para o seu dispositivo, reduzindo a quantidade de viagens necessárias para carregar uma página.

Criado em conjunto pelo Laboratório de Ciência da Computação e de Inteligência Artificial do MIT (CSAIL, na sigla em inglês) e pela Universidade de Harvard, o sistema chamado de Polaris é capaz de otimizar o carregamento de objetos de uma página ao rastrear conexões entre tais objetos e garantindo que o tempo para que tudo seja carregado diminua, especialmente em páginas maiores e mais complexas.

“Pode demorar até 100 milissegundos toda vez que um navegador precisa cruzar uma rede móvel para trazer um pacote de dados”, comenta o estudante de doutorado Ravi Netravali, coautor de um artigo sobre o Polaris. “Conforme as páginas se tornam mais complexas, elas frequentemente requerem múltiplas viagens que geram atrasos consideráveis. Nossa abordagem minimiza o número de idas e vindas, então é possível aumentar substancialmente o tempo de carregamento de uma página”.

Sistema inteligente

Normalmente, quando você acessa uma página da web, o navegador identifica o conteúdo e reúne todos os objetos da web para o seu navegador. Após reunir, ele avalia cada objeto a fim de adicioná-lo à página que você vê. Mas isso pode ser uma tarefa bem trabalhosa, afinal um objeto muitas vezes conta com uma série de dependências, que também precisam ser reunidas e avaliadas pelo browser. Em uma conexão mais lenta, isso leva mais tempo do que deveria.

O que o Polaris faz é rastrear automaticamente todas as interações entre objetos, descobrindo dependências entre si e agilizando o processo de reunião dos dados. O professor de Harvard envolvido no projeto, James Mickens, utiliza uma analogia com um executivo que precisa visitar uma cidade e, ao chegar lá, descobre que precisa ir para outros lugares antes de voltar para casa. “Para um navegador, carregar todos os objetos de uma página é como visitar todas as cidades”, comenta. “O Polaris efetivamente oferece a você uma lista com todas as cidades antes da viagem começar de fato. É isso que permite ao navegador carregar a página mais rapidamente”, finaliza.

Fonte: MIT News

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!