Internet Explorer “flopa” com milhares de sites, forçando migração para o Edge

Por Wagner Wakka | 26 de Novembro de 2020 às 07h30
Rubens Eishima/Canaltech
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft começou a forçar os usuários a atualizarem seus navegadores Internet Explorer para o Edge. Agora, caso uma pessoa entre em páginas comuns, como YouTube, Instagram e Twitter, recebe um alerta de que o Internet Explorer não abre mais estes sites.

No total, são milhares de URLs que não vão mais funcionar com o antigo navegador, basicamente fazendo com que seja difícil continuar sem a atualização para o Edge 87.

No aviso, a Microsoft deixa bem clara sua posição: “este site não funciona como o Internet Explorer” e recomenda a mudança para o Edge. Caso o usuário opte pela troca, é possível levar todos dados e preferências para o novo navegador.

Aviso do Internet Explorer ao tentar abrir o YouTube (Foto: Wagner Wakka/Canaltech)

A movimentação deve dar ainda mais margem para a Microsoft entre os navegadores. Segundo dados do NetMarketShare do início de novembro, o Chrome detém 69,25% do mercado, seguido do Edge, com 10,22%. O Internet Explorer ainda é o quarto mais utilizado, com 5,57% dos usuários. Assim, se a Microsoft conseguir migrar seu público, pode elevar o Edge para acima dos 15% de usuários.

Contudo, ainda há uma maneira de continuar usando o Internet Explorer: se o Edge não estiver instalado em seu aparelho. Mas saiba que essa é uma medida paliativa, uma vez que, a cada atualização do Windows, o navegador é reinstalado e você precisa eliminá-lo do seu computador novamente.

Fonte: Windows Latest

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.