Microsoft Edge não caiu nas graças dos usuários em 2016

Por Redação | 02 de Janeiro de 2017 às 17h40

Em 2015, a Microsoft lançou o Edge, um navegador que vem pré-instalado no Windows 10 e que chegou para substituir o famigerado Internet Explorer. No entanto, parece que o browser não conquistou tantos usuários quanto a empresa esperava.

De acordo com dados divulgados pela Net Marketshare, o Windows 10 estava instalado em 24,5% dos PCs até o final de dezembro de 2016. Isso representou um sólido aumento de cerca de 10% em relação ao final do ano anterior. Já o uso do Windows 7 caiu de 55,68% para 48,34% durante o mesmo período.

Por outro lado, mesmo com o aumento considerável do uso do Windows 10, o Microsoft Edge não viu números tão expressivos no ano passado. Até o final de 2016, a participação de mercado do Edge subiu de 2,79% no final de 2015 para 5,33%.

Se compararmos a participação de mercado do browser mais recente da Microsoft com concorrentes como o Chrome, veremos que o navegador do Google saltou de 32,33% para 56,43% no mesmo período citado acima.

Isso significa que ainda há muito a ser feito para que as pessoas esqueçam as mazelas do antecessor do Edge, o Internet Explorer. Será que a Microsoft vai conseguir essa proeza em 2017?

Via Ubergizmo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.