Siga o @canaltech no instagram

Edge consome menos energia que outros navegadores, garante Microsoft

Por Rafael Arbulu | 31 de Dezembro de 2018 às 13h17

Enquanto a tal reformulação dele não chega em definitivo, a Microsoft continua insistindo na divulgação do Edge como o melhor navegador de internet do mercado. Segundo testes conduzidos pela própria fabricante, o navegador padrão do Windows 10 “continua” sendo o mais eficiente no consumo e economia de energia.

De acordo com os resultados publicados pela empresa no Github, o Microsoft Edge consome até 24% menos bateria do notebook do que o Chrome, da Google; além de notáveis 92% menos que o Firefox, da Mozilla. Os testes foram conduzidos por meio de playback de vídeos, em condições iguais e em dois dispositivos Microsoft Surface. Na ocaisão, o brilho estava ajustado para 50%, o volume estava mudo; localização, Bluetooth, atualizações, sensores de luz ambiente e Windows Update estavam desabilitados, o cache em todos os browsers estava limpo; o modo “Quiet Hours” e o Windows Defender estavam habilitados, e os dispositivos estavam conectados à mesma rede Wi-Fi, rodando fora da tomada e com modo de economia de energia programado para entrar em vigor a partir de 20% da bateria.

Teste conduzido pela Microsoft aponta para uma melhor eficiência na gestão de energia quando se navega pela internet usando o Edge

Ambos os dispositivos reproduziram vídeos até que suas energias acabassem. Uma vez desligados, os aparelhos eram religados e, com o prompt de comando aberto, o comando “powercfg /spr” gerava um relatório de consumo, o qual foi utilizado como base para as conclusões do teste.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ao contrário de testes anteriores, que também mostravam uma eficiência energética maior para o navegador da Microsoft, os resultados atuais (referentes à atualização 1809 do Windows 10) não foram promovidos pela empresa, provavelmente por causa da reformulação planejada por ela. No início de dezembro, a Microsoft confirmou que o Edge está sendo redesenhado e será baseado na plataforma Chromium, a mesma em que é feito o Google Chrome.

Fonte: Neowin

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.