Chrome já começa a usar HTML5 no lugar do Flash para alguns usuários

Por Redação | 10 de Dezembro de 2016 às 08h26

O Google já começou sua etapa de desabilitar o Flash no Chrome, em detrimento de uma tecnologia mais nova e mais rápida, o HTML5. Nesta sexta-feira (9), alguns usuários perceberam a novidade, que por enquanto ainda não está disponível para todos. No entanto, ainda é possível, caso o usuário queira, permitir que o Flash dê seus últimos suspiros no navegador, habilitando-o em determinados sites (que são aqueles conhecidos por mais usarem a tecnologia da Adobe).

A novidade foi liberada para metade das pessoas que estão testando o Chrome 56 beta, que saiu ontem. Segundo Eric Deily, gerente de programas do Google, a nova tecnologia passará a ser disponibilizada para todos “nos próximos dias”. Depois de sair do beta, a novidade vai passar a ser disponibilizada para 1 por cento dos usuários da versão estável do Chrome 55. A ideia é que em fevereiro do ano que vem todos os usuários do Chrome 56 já tenham acesso à nova tecnologia por padrão no navegador.

Aliás, vale dizer que o release desta semana está em dia com as promessas que o Google fez em fevereiro, afirmando que o HTML5 chegaria no último trimestre deste ano. Em agosto, a empresa previu a estreia (no beta) para dezembro.

A vinda do HTML5 tem um propósito: diminuir a dependência de um componente não tão seguro, defasado e pesado, que pode exigir mais do que o necessário do processador e da memória do sistema. Isso leva a um maior consumo de bateria. O Google nem hesitou em perguntar aos usuários se eles aceitam esta transição, aliás. Pelo visto, em janeiro o gigante vai começar a avisar os internautas sobre a novidade, explicando seus benefícios diretamente na interface do Chrome.

Via VentureBeat

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.