Chrome 67 traz proteção nativa contra falhas Meltdown e Spectre

Por Patrícia Gnipper | 11 de Julho de 2018 às 22h00
Tudo sobre

Google

A versão estável mais recente do Chrome, a 67, traz medidas de segurança nativas que ajudarão os usuários a se manterem protegidos contra as vulnerabilidades Meltdown e Spectre, que vêm assombrando o mundo tecnológico há uns bons meses.

As falhas afetam o hardware dos computadores e, para barrar o problema, a Google implementou no Chrome 67 o conhecido como "isolamento de site". A técnica faz com que o navegador carregue cada site em um processo à parte e, dessa maneira, há uma segurança adicional para quando uma página visitada estiver tentando usar tais vulnerabilidades para roubar seus dados.

O Spectre se aproveita de um recurso da maioria das CPUs que existe para melhorar seu desempenho. Nos navegadores, um site mal-intencionado pode usar tal artimanha para roubar dados do usuário ou acessar informações de outros sites que ele estiver visitando.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Contudo, o isolamento de site traz alguns malefícios, como, por exemplo, o aumento do uso de memória do Chrome, com a versão 67 possivelmente consumindo entre 10 e 13% a mais da memória da máquina. O recurso do site isolation está ativado no Chrome 67 para Windows, Mac, Linux e Chrome OS. No futuro, a gigante pretende levar o recurso também para o Chrome no Android.

Fonte: 9to5Google, Google Security Blog

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.