Pesquisa mostra que Google Chrome domina a preferência dos usuários

Por Redação | 17 de Maio de 2014 às 11h30

O Google Chrome chegou mesmo para ficar. Desde que foi lançado em 2008, o navegador da gigante de buscas vem abocanhando fatias de participação de mercado que outrora pertenciam ao Internet Explorer da Microsoft e ao Mozilla Firefox. Para comprovar a supremacia do navegador da empresa de Mountain View, a Shareaholic divulgou nesta sexta-feira (16) uma pesquisa que destaca a liderança do software sobre os demais.

O relatório revelado pela empresa mostra o cenário do mercado de navegadores nos últimos oito meses e indica que o Chrome continua a dominar a preferência nos desktops e dispositivos móveis. A grande surpresa, no entanto, ficou por conta do Firefox, cuja participação caiu drasticamente e o colocou atrás dos concorrentes Safari, da Apple, e Internet Explorer.

Pesquisa confirma supremacia do Google Chrome sobre os demais navegadores e aponta declínio assustador da preferência dos usuários pelo Firefox da Mozilla

Pesquisa confirma supremacia do Google Chrome sobre os demais navegadores e aponta declínio assustador da preferência dos usuários pelo Firefox da Mozilla (Imagem: Reprodução/Shareaholic).

Como é possível observar na tabela acima, o uso do Chrome permaneceu estável nos últimos 8 meses e apresentou pouquíssima mudança. Preferido por 34,65% dos usuários, o navegador é mais utilizado do que o Firefox, Internet Explorer e Opera juntos. Entre os meses de setembro do ano passado e abril deste ano, a participação do Firefox caiu de 16,6% para 11,9% - uma redução de 4,66 pontos percentuais. Além dele, o Internet Explorer também apresentou retração considerável, tendo sua participação reduzida em 3,13%.

Fora essas constatações, a Shareaholic destacou que a versão móvel do Safari e o navegador padrão do Android foram os únicos que apresentaram crescimento considerável. Se continuarem com o ritmo de crescimento apresentado nos ultimos meses, em breve ambos os navegadores móveis disputarão espaço com as tradicionais versões para desktop.

Empresa especializada em pesquisa de mercado também indicou que, se mantiverem o crescimento, as versões móveis do Safari e do navegador padrão do Android poderão disputar diretamente com suas versões tradicionais

Empresa especializada em pesquisa de mercado também indicou que, se mantiverem o crescimento, as versões móveis do Safari e do navegador padrão do Android poderão disputar diretamente com as tradicionais versões desktop (Imagem: Reprodução/Shareaholic).

O crescimento acentuado dos dois pequenos navegadores fez com que o pessoal do The Next Web levantasse um ponto importante que chama a atenção para importância que os dispositivos móveis vêm conquistando no mercado. A partir da quantidade de usuários dos navegadores móveis apresentados pela pesquisa da Shareaholic, é possível ter uma ideia da quantidade de usuários de dispositivos móveis espalhados pelo mundo e compreender o porquê da Mozilla ter decidido lançar o Firefox OS. É bastante provável que a companhia tenha percebido que não seria capaz de competir diretamente com Google, Apple e Microsoft caso não possuísse seu próprio sistema operacional para dispositivos móveis.

Os dados obtidos pela Shareaholic para sua pesquisa foram baseados no tipo de navegador utilizado por 250 milhões de internautas para visualizar um conjunto de aproximadamente 200 mil sites.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!