Navegadores: IE 11 ganha mercado, Chrome sobe e Firefox cai

Por Redação | 06 de Janeiro de 2014 às 11h35

Segundo informações reveladas pelo site de coletas de dados Net Applications para o mês de dezembro, o Internet Explorer continua dominando o mercado dos navegadores, aproximando-se da marca dos 60% de participação. Já o Firefox manteve-se em segundo lugar, com 18,35% e o Google Chrome em terceiro, com 16,22% dos usuários.

Mercado de Navegadores

Crédito: The Next Web

Cada navegador possui várias versões, e obviamente não são todos os usuários que possuem a última lançada. O Internet Explorer é o que tem a maior "fragmentação" de versões, com 6 delas no mercado até agora. A última é o IE 11, que foi lançado há dois meses com o Windows 8.1.

Desde o seu lançamento até agora, a versão 11 do navegador da Microsoft atingiu a marca de 10,2% dos usuários, indicando que vários internautas já estão migrando para ele. Isso fez com que, automaticamente, a porcentagem de usuários das versões 9 e 10 do IE caísse.

Outro dado interessante é que o IE 8 ainda é o navegador mais utilizado no mundo, com 20,64% dos usuários, o que indica que ainda tem muita gente usando o Windows XP – o IE 8 é a última versão disponível para os usuários do XP, logo o IE 11 não poderia "levá-los". A única forma de migração destas pessoas para a última versão do navegador seria a atualização do sistema operacional.

Enquanto isso, o Firefox manteve-se estável quanto ao número de usuários, ficando na marca de 18% nos últimos seis meses. De todas as versões, o Firefox 26 – a última versão – subiu 6,60 pontos percentuais, mas todas as outras versões perderam participação, indicando que um maior número de usuários migrou para a última edição do browser da Mozilla.

Com 16,22%, o Chrome conseguiu recuperar algumas de suas perdas: o Chrome 31 – última versão do navegador do Google – teve um adicional de 6,11 pontos percentuais depois de estar disponível já há um mês, e a versão imediatamente inferior, o Chrome 30, perdeu 5,49 pontos. Já as demais versões praticamente não tiveram seus números alterados, o que significa que esses usuários ainda não atualizaram os navegadores, apesar das porcentagens serem bem pequenas.

A Net Applications usa dados capturados a partir de 160 milhões de visitantes únicos por mês, monitorando cerca de 40.000 sites para seus clientes.

O StatCounter é outro serviço popular para pesquisa de mercado e estuda cerca de 15 bilhões de page views. Para dezembro de 2013, a StatCounter listou o Chrome como o navegador mais usado, com participação de 43,92%. O IE ficou em segundo, com 23,24%, e o Firefox em terceiro, com 18,95%.

Como os dados são controversos e não temos outra maneira de detectar quais números estão corretos, a única certeza que temos é que o Safari e o Opera estão fora da lista dos 3 mais usados no mundo.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!