MWC 2019 | Teclado físico ainda vive no novo BlackBerry Key2

Por Felipe Demartini | 25 de Fevereiro de 2019 às 11h23
Tudo sobre

Saiba tudo sobre BlackBerry KEY2

Ficha técnica

Uma nova versão do Key2, lançado no segundo semestre do ano passado, está sendo o destaque da participação modesta da BlackBerry no MWC 2019. Com ares de edição especial, o modelo chega com 128 GB de armazenamento interno, o dobro da edição original, além de um corpo vermelho que marca esse novo lançamento.

A versão colorida aparece sem deixar de lado a elegância e o aspecto discreto de um aparelho que, como já é tradição, mantém viva a memória dos teclados físicos. Enquanto as margens vermelhas dão um aspecto vistoso à frente do aparelho, os botões e a traseira são pretas, de forma a não chamar tanta atenção assim em um momento no qual isso não seja desejável.

Por dentro, as mesmas especificações do dispositivo lançado há cerca de nove meses no mercado internacional. O Key2 é um smartphone de médio porte com chipset Snapdragon 660, da Qualcomm, e GPU Adreno 512. São 6 GB de memória RAM e duas câmeras na parte traseira, além de um sensor de 8 megapixels na frente. O sistema operacional é o Android 8.1 Oreo.

BlackBerry Key2 tem ares de edição especial e 128 GB de armazenamento, mas mesmas especificações do original (Imagem: Divulgação/TCL)

O teclado físico confere ao dispositivo um formato alongado semelhante ao que vemos em boa parte dos aparelhos atuais, mas a tela, em si, é de apenas 4,5 polegadas e 1620 x 1080 pixels de resolução. O corpo é de alumínio, o que confere um ar sofisticado ao dispositivo, enquanto a parte traseira é de borracha para facilitar a pegada.

O novo Key2 sai por US$ 100 a mais que seu modelo original. Segundo a TCL, fabricante de aparelhos que licencia a marca BlackBerry para seus lançamentos, o dispositivo deve chegar ao mercado custando US$ 749, cerca de R$ 2.800 em uma conversão direta. A data oficial de disponibilidade não foi revelada, mas a expectativa é de que o smartphone aterrisse nas prateleiras nas próximas semanas.

O smartphone marca o grande retorno da BlackBerry ao segmento no qual, em determinado momento da vida, foi sinônimo de aparelho para o mercado corporativo. O Key2 é o sucessor do KEYone, que marcou essa volta, mas não foi exatamente elogiado pela imprensa internacional. Após vazamentos e revelações antes da hora, ele foi criticado justamente pelo display menor, com aspecto esquisito e que gera barras superiores, além das câmeras de baixa qualidade.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.