MWC 2019 | Huawei mira em IoT com novos roteadores 5G

Por Adriano Ponte | 24 de Fevereiro de 2019 às 18h27
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

Nem só de dispositivo dobrável e notebooks foi a conferência da Huawei neste domingo (24) no Mobile World Congress. Mirando na internet das coisas (IoT) com seu novo chip 5G, batizado de Balong 5000, a empresa lançou novos modelos de roteadores para tornar comunicação dos dispositivos nos ambientes conectados, sejam casas ou empresas, mais rápida do que nunca.

Teoricamente, com o chipset, o poder de fogo dos roteadores mais novos da chinesa chega a entregar velocidades de 4,6 Gbps — o que se comporta acima do que é considerado mais rápido em um ambiente de IoT plugado "no talo", que atualmente bate os 3,2 Gbps. Comparando com as melhores velocidades que o 4G atual é capaz de entregar, o chipset 5G da Huawei consegue um desempenho até 10 vezes melhor.

O download mais rápido do oeste oriente

Velocidade zunindo no padrão 5G dos roteadores da Huawei (Imagem: Divulgação)

"Um videoclipe de 1 GB pode ser baixado em menos de três segundos". Foi assim que a Huawei apresentou o 5G CPE Pro — desenvolvido para casas e empresas pequenas; e o 5G CPE Win, mais parrudo, com certificação IP65 e voltado para ambientes externos e corporativos, inclusive com funcionalidade Ethernet.

Detalhes da arquitetura dos roteadores com chipset Balong (Foto: Adriano Ponte/Canaltech)

Além desses dois, a chinesa ainda mostrou um novo dispositivo Wi-Fi móvel, que fornece conectividade sem fio e ultrarrápida num piscar de olhos, trazendo ainda um power bank de 8.000 mAh (suficiente para carregar mais de uma vez boa parte dos dispositivos móveis e até notebooks), além de um sistema carregamento também sem fio.

Huawei HiLink — onde tudo acontece

Apresentação do novo roteador 5G e seu uso na plataforma HiLink (Foto: Adriano Ponte/Canaltech)

Tanta velocidade assim parece ser coisa de ficção científica, de tão distante de nós, brasileiros, com o padrão de conexão e a infraestrutura que temos atualmente por aqui. Mas, na China, pelo menos, o 5G já é levado tão a sério que a empresa inovou trazendo ainda mais velocidade para a HiLink, a plataforma de IoT da Huawei voltada para casas e empresas conectadas.

Pelo ecossistema da empresa, conectar diversos dispositivos (sejam eles da Huawei ou de outras marcas) e mantê-los em plena comunicação se torna possível e controlável por meio de um app. Foi pensando nessa plataforma que a companhia apresentou os novos dispositivos, equipados com o que há de mais moderno em torno de velocidade de internet: seu chip Balong 5000.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.