Tidal, streaming musical de Jay-Z, pode fechar as portas dentro de seis meses

Por Redação | 13 de Dezembro de 2017 às 18h20

O rival do Apple Music pode estar perto de encerrar suas atividades. Criado pelo rapper Jay-Z, o Tidal teria grana para se sustentar por somente mais seis meses, de acordo com fontes internacionais que não se identificaram.

E isso estaria acontecendo mesmo com a aquisição de 33% da companhia por parte da Sprint, acordo fechado em janeiro de 2017 por US$ 200 milhões. Segundo um documento da empresa, esse investimento seria suficiente para manter o serviço rodando pelos próximos "12 a 18 meses".

Oficialmente, a empresa negou os rumores, dizendo que espera ter lucro em meados de 2018. "Nós não fizemos nada além de crescer nosso negócio neste ano", declarou um porta-voz da Tidal. Atualmente quem domina o mercado de streaming musical é o Spotify, com o Apple Music tentando se equiparar. Mas o que os dois serviços não têm, em comparação com o Tidal, é a possibilidade de ouvir sons "HiFi", sem perda de qualidade, recurso este que está disponível com exclusividade para artistas como Jay-Z e Beyoncé.

Contudo, o Tidal recentemente começou a pagar um valor maior pelos direitos autorais de artistas na plataforma, o que pode justificar suas supostas dificuldades financeiras. Mas seu verdadeiro problema tem sido conseguir conquistar uma base maior de assinantes, dada a competição acirrada com o Spotify e o Apple Music.

Fonte: The Verge

Participe do nosso grupo de ofertas no Facebook e tenha acesso aos melhores descontos e cupons para você garantir sempre o menor preço em suas compras online.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.