Spotify lança plataforma Amplify, visando dar voz a movimentos sociais

Por Ares Saturno | 08 de Março de 2018 às 16h20

O Spotify anunciou na manhã desta quinta (8) uma plataforma chamada Amplify, que trará trabalhos de artistas conectados com diversos grupos minoritários, incluindo assuntos como equidade de gêneros, saúde mental e autocuidado, direitos da população LGBTQI+, imigrantes e movimento negro. Incialmente, o novo recurso está disponível apenas para os EUA e Canadá.

Para as comemorações do mês das mulheres, há a seleção Amplify Women, com podcasts e listas de reprodução de cantoras e bandas integradas por mulheres atuando na América do Norte. A seleção Amplify: Women of the World será atualizada todas as semanas e incluirá inicialmente artistas como Raisa x Isyana, da Indonésia; Saara Aalto, da Finlândia, e Fatouma Diawara, de Mali. O intuito é das visibilidade às feminilidades de outros lugares do mundo.

Há também seleções por gênero musical, como Women of Hip Hop, Women of Folk, Women of Rock, entre outros.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Por enquanto, as seleções trazem foco em artistas atuais como Taylor Swift, Sia, Selena Gomez, Adele, Jennifer Lopez e Fifth Harmony, sem grandes atestados políticos envolvidos. Mas a expectativa é que outros temas, como a questão polêmica da imigração, possam trazer um viés político mais forte para o recurso.

O Amplify ainda não tem data para chegar a outros países, inclusive o Brasil. (Imagem: Tech Crunch)

Esse viés, inclusive, estava presente na apresentação que o CEO do Spotify, Daniel Spoke, trouxe para os investidores interessados na oferta pública (IPO) da empresa, falando sobre uma visão de mundo onde "os artistas atravessam gêneros e limites culturais, criando ideias que impulsionam a sociedade em frente e onde todos somos parte de uma rede global, construindo novas conexões, compartilhando novas ideias, entre culturas".

Fora do Amplify, no Viva Latino do Spotify, como parte das homenagens ao Dia Internacional das Mulheres, estará disponível uma entrevista em vídeo que Demi Lovato gravou durante a gravação de uma versão em espanhol de seu hit Tell Me You Love Me, em que os temas de equidade de gêneros e sua experiência como mulher na música são abordados.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.