Pandora pode lançar seu próprio serviço de streaming de música em breve

Por Redação | 19 de Agosto de 2016 às 15h05

Segundo informações do Wall Street Journal, a Pandora está negociando acordos com grandes gravadoras para lançar seu próprio serviço de streaming. O novo serviço irá competir diretamente com Spotify, Deezer e Apple Music e fornecerá aos usuários acesso ilimitado a qualquer música na plataforma. A empresa deverá lançar planos de US$ 10 e também um plano mais acessível de US$ 5, onde os usuários poderão ter alguns benefícios, como pular músicas, remover anúncios e ouvir músicas offline.

A Pandora foi pioneira em trazer a rádio para a internet por volta dos anos 2000. No entanto, o mercado de música online mudou rapidamente e serviços como o Spotify passaram a oferecer um formato de serviço que atendesse melhor a demanda. Com isso, a Pandora não foi capaz de continuar a aumentar sua base de usuários, ficando estagnada em 80 milhões de usuários gratuitos e 4 milhões de clientes pagos.

A empresa manteve seus custos reduzidos por oferecer apenas conteúdo via rádio, onde as taxas de licenciamento são bem menores e não é preciso negociar com gravadoras. Além disso, a companhia tem operado apenas em mercados onde há licenciamento automático de músicas em rádios na internet, como Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia.

Apesar de ainda não estar confirmado, o lançamento de um serviço de streaming pela Pandora não é algo surpreendente. Em novembro do ano passado, a empresa adquiriu o serviço de streaming Rdio por US$ 75 milhões. Na época, a Pandora estava focada em incorporar o Rdio a sua estrutura. "Nós estamos definindo o próximo capítulo da história de crescimento da Pandora", disse Brian McAndrews, presidente-executivo da empresa. "Adicionar a impressionante tecnologia e as pessoas de talento do Rdio irá trazer mais rapidamente novas dimensões e melhorias para nosso serviço."

Ainda segundo o WSJ, a Pandora está interessada em lançar seus serviços em novos mercados. No entanto, as gravadoras estão preocupados com a iniciativa, tendo em vista que elas acreditam que a Pandora não tem controle sobre uma grande quantidade de canções que pretende oferecer. O relatório indica que a empresa deverá lançar seu serviço de streaming já no próximo mês.

Via TechCrunch, WSJ

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.