Mc Diguinho: hit com apologia ao estupro também é retirado do YouTube

Por Redação | 18 de Janeiro de 2018 às 17h53
photo_camera Reprodução
TUDO SOBRE

YouTube

Após irritar vários internautas com o conteúdo de sua letra, o funk Só Surubinha de Leve, de autoria de Mc Diguinho, foi alvo de severas críticas. Eles acusam a obra de incentivar o estupro no trecho da letra que diz "Só uma surubinha de leve com essas filha da p***, taca bebida, depois taca a p*** e abandona na rua".

Como resultado da polêmica causada na web, o Spotify solicitou que o título fosse retirado de seu acervo  pela distribuidora responsável pelas obras de Mc Diguinho no serviço de streaming musical. Embora a capa do álbum Só Surubinha de Leve ainda conste no perfil do artista junto ao serviço, a música específica que traz a apologia ao crime sexual foi retirada do acervo pela distribuidora responsável ainda ontem (17), no início da noite.

Entretanto, também ontem, o vídeo que continha mais acessos do funk foi retirado do YouTube. Mais de 14 milhões de visualizações do vídeo haviam sido feitas desde sua estreia na plataforma, em dezembro de 2017. Não se sabe, ainda, se a retirada do vídeo do acervo se deu por ação ativa da equipe do YouTube ou se teve alguma relação com o número de denúncias feitas ao título.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Entretanto, o funkeiro parece estar se divertindo com as controvérsias e utilizando a polêmica para promover seu trabalho. Em postagem feita através de seu perfil do Facebook, o artista promete o lançamento de um videoclipe oficial para Só Surubinha de Leve, no canal do YouTube GR6 Explode para hoje (18), às 20h. Abaixo, pode ser vista uma foto dos bastidores da gravação, postada por McDiguinho em seu perfil no Instagram:

Segue as gravações do meu clipe #surubinhadeleve daquele jeito ✌️?

Uma publicação compartilhada por MC Diguinho Oficial (@mcdiguinho) em

Uma publicação compartilhada através do perfil do Facebook do funkeiro também há um link que direciona para dois vídeos que estão disponíveis, no YouTube, com a música. Um deles conta com 840 visualizações e o outro com 5,6 mil visualizações, ao momento em que essa notícia é escrita.

Em seu perfil junto ao Instagram, Mc Diguinho postou uma nota de esclarecimento de conteúdo bizarro, sem nenhum tom apologético, mas adiantando que a música será lançada em "versão light sem mais", seja lá o que isso signifique, como pode ser visto na reprodução abaixo:

#Esclarecimento

Uma publicação compartilhada por MC Diguinho Oficial (@mcdiguinho) em

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.