Áudio revela que cantor Prince havia desmaiado em avião dias antes de falecer

Por Redação | 26 de Abril de 2016 às 07h20

Desde a repentina morte do cantor Prince, ocorrida na última quinta-feira (21), muitas notícias a respeito de seu estado de saúde fragilizado estão surgindo. Uma delas, revelada pelo site TMZ, informou que o cantor norte-americano teria sofrido uma overdose de analgésicos seis dias antes de falecer, mas a informação não foi confirmada pela família ou empresários do artista. Sabe-se que Prince foi hospitalizado às pressas no dia 15 de abril após sofrer um desmaio em seu avião, informação que acaba de ser verificada graças a um áudio obtido pelo canal NBC de televisão.

A gravação de sete minutos mostra uma conversa entre dois controladores de voo e o piloto da aeronave, que saiu de Atlanta com destino a Minneapolis. Nela, eles direcionam o piloto para realizar um pouso emergencial na cidade de Moline, em Illinois, por conta de um passageiro precisando de atendimento médico.

A conversa não menciona o nome de Prince, mas a circunstância bate com a data e horário da entrada de Prince no hospital. De acordo com o TMZ, o cantor estaria sofrendo consequências do uso excessivo de derivados de ópio, mas seus assessores afirmaram à imprensa que o motivo da internação teria sido uma forte gripe.

Vendas em alta

Após a morte do cantor, seu sucesso “Purple Rain” se tornou a música mais vendida no iTunes Brasil na sexta-feira (22). “Kiss”, outro grande hit de Prince, também entrou no ranking ocupando o quinto lugar. Já em 12º lugar ficou “When doves cry”, “Raspberry beret” em 75º e “1999” apareceu na 91ª posição.

Na lista de álbuns mais vendidos da Billboard, a coletânea “The Very Best of Prince”, lançada em 2001, entrou para o top com 100 mil unidades vendidas e 292 mil streams somente nos Estados Unidos. O cantor não autorizava o uso de sua obra musical em serviços de streaming gratuitos como YouTube ou Spotify.

Fonte: NBC News com informações do G1

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.