Apple Music ultrapassa marca de 30 milhões de usuários pagantes

Por Sérgio Oliveira | 28 de Setembro de 2017 às 12h05

A Apple anunciou nesta quinta-feira (28) que sua plataforma de streaming musical, o Apple Music, já tem "bem mais" do que 30 milhões de assinantes pagos. A informação foi confirmada pelo executivo Jimmy Iovine em entrevista à Billboard.

Lançado há pouco mais de dois anos, o Apple Music chegou prometendo aos usuários parcerias exclusivas com artistas e gravadoras - principal motivo de não haver um plano gratuito. A ideia, claro, era se diferenciar de concorrentes como Spotify, que, na época, lutava para fechar acordos com a cantora Taylor Swift e os selos Sony Music e Warner Music.

A estratégia deu certo e muita gente migrou do serviço sueco para a plataforma da Maçã, que desde então vem reportando aumentos consideráveis em sua base de fãs, como afirma o próprio Iovine. Segundo o executivo, no último mês de junho cerca de 27 milhões de usuários pagantes utilizavam o Apple Music - número esse que, nos últimos três meses, aumentou pelo menos em 3 milhões.

Apesar dos bons resultados, Iovine defendeu a ideia de que é preciso ir além do número de usuários e ajudar os artistas a criarem mais conteúdo original. Para ele, essa estratégia é essencial para atrair um público mais jovem à medida que o público de maior idade tende, simplesmente, a morrer: "A vida segue adiante. Então temos de ajudar os artistas a criarem coisas novas que eles jamais conseguiriam fazer por conta própria".

Fonte: Billboard

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.