Apple Music já teria ultrapassado Spotify em número de assinantes nos EUA

Por Felipe Demartini | 06 de Julho de 2018 às 10h20
Tudo sobre

Apple

Informações ainda não confirmadas oficialmente indicam que a Apple está entrando neste segundo semestre com mais uma marca histórica, finalmente ultrapassando o Spotify em total de assinantes de seu serviço musical — ao menos nos Estados Unidos. De acordo com dados ainda extra-oficiais, a companhia teria ultrapassado, neste começo de julho, a marca dos 20 milhões de membros pagantes.

Estatisticamente, as duas empresas estariam em um empate técnico. Entretanto, não estaríamos falando de pesquisas, mas sim, de números reais, não necessariamente divulgados de maneira precisa, mas que colocam a Maçã ligeiramente acima da rival. Enquanto o Spotify teria 20 milhões de assinantes, o Apple Music teria 20 milhões “e mais um pouco”, de acordo com as palavras da fonte responsável por divulgar os dados, mas que preferiu não se identificar.

É uma trajetória que faz sentido e, inclusive, é parte dos planos de crescimento da empresa. Em fevereiro, por exemplo, ela já havia afirmado ter um fluxo de crescimento no número de assinantes mais rápido do que toda a concorrência, com um aumento de 5% mensais no total de membros, contra 2% do Spotify. A expectativa era de que, com esse fluxo, o Apple Music ultrapassaria o concorrente até o fim do primeiro semestre, algo que teria acontecido efetivamente.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E a ideia, agora, é alcançar as alturas, já que a Apple tem visto seus números aumentarem cada vez mais. A expectativa é expandir esse total de assinantes amplamente até o final de 2018, aumentando a liderança no mercado de streaming. O grande motivo para isso, conforme já citado pela companhia oficialmente, é seu sistema de teste gratuito por três meses, suficientes para fazer com que os usuários experimentem e gostem da plataforma, tornando-se assinantes na sequência.

A Maçã não costuma falar abertamente sobre dados regionais. De acordo com as informações mais recentes sobre o Apple Music, divulgadas no começo de abril, são 45 milhões de assinantes em todo o mundo, com de cinco a 10 milhões mais nesse sistema de testes, ou seja, ainda utilizando o serviço de graça, mas com grande potencial para se tornarem membros.

Ainda é um total que coloca a plataforma bem abaixo do Spotify, que contaria com 70 milhões de usuários pagantes em todo o mundo e uma base de mais de 160 milhões de utilizadores se contarmos a opção gratuita, indisponível no Apple Music. A taxa de conversão da plataforma, porém, seria bem menor, assim como o fluxo de crescimento nos Estados Unidos, considerado um dos maiores mercados para a plataforma e também o maior de todos para a Maçã.

Quando o assunto é o engajamento, porém, a história seria outra e, aqui, surge mais um dado para apoiar a ideia de que o Apple Music está à frente do Spotify. O novo álbum de Drake, Scorpion, foi lançado em 29 de junho e, apenas em sua primeira semana, teria sido ouvido 170 milhões de vezes no serviço da Maçã, contra 130 milhões no Spotify.

Por enquanto, entretanto, nenhuma das duas companhias se pronunciou sobre o assunto. Mas se o Apple Music efetivamente ultrapassou a marca do concorrente nos EUA, essa novidade não deve demorar a ser anunciada pela empresa com toda a pompa e circunstância necessárias.

Fonte: Digital Music News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.