Apple Music ganha seção exclusiva para clipes e vídeos

Por Felipe Demartini | 29 de Março de 2018 às 12h00
Android Authority
Tudo sobre

Apple

Uma das mudanças anunciadas pela Maçã em relação ao Apple Music foi liberada nesta quinta-feira (29), antes do que havia sido previsto pela própria companhia. Agora, o serviço musical possui uma área dedicada exclusivamente para vídeos e clipes, entregando conteúdo multimídia de alguns dos principais artistas e destaques da plataforma.

Não é como se o Apple Music já não oferecesse esse tipo de conteúdo – ele está disponível desde que o serviço foi lançado, em junho de 2015. Entretanto, agora é hora de dar mais atenção a esse caráter, com uma seção dedicada no aplicativo trazendo as principais opções entre todo o material disponível.

A ideia, de acordo com a Maçã, é dar mais importância e visibilidade a esse conteúdo, oferecendo aos assinantes uma experiência sem anúncios e com curadoria especializada. Além disso, é claro, o objetivo é gerar maior permanência e engajamento entre os usuários, tornando mais simples, por exemplo, assistir ao clipe de um artista de interesse diretamente em sua página na plataforma de streaming em vez de seguir para outros serviços da concorrência, como o YouTube.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Seção de vídeos do Apple Music traz destaques de artistas e playlists temáticas (Imagem: Apple)

Além de uma curadoria mais generalizada, com seleções dos melhores clipes de artistas de renome, temas específicos ou playlists de “essenciais”, o Apple Music também faz uso de seus algoritmos para entregar opções mais personalizadas. Aqui, os usuários constantes da plataforma têm vantagem, podendo observar, por exemplo, listas de reprodução baseadas em seus gostos pessoais e músicos preferidos.

Originalmente, a atualização do Apple Music viria com a versão 11.3 do iOS. Entretanto, já está disponível para todos os assinantes da plataforma por meio dos aplicativos não apenas para iPhones e iPads, mas também na Apple TV e na versão da plataforma para o sistema operacional Android.

Fonte: Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.