Usuários do Spotify poderão se livrar de anúncios ao ver publicidade em vídeo

Por Redação | 09.09.2014 às 08:45

O Spotify está começando a investir em anúncios em vídeo para as plataformas móvel e desktop. Os anúncios devem chegar para os usuários do serviço gratuito de streaming de música ainda este ano. O serviço pretende realizar uma troca com seus usuários: ao assistir um anúncio em vídeo, o usuário terá 30 minutos de streaming de música sem nenhuma interrupção comercial, mesmo de áudio, informou o site Ad Age.

A inclusão deste tipo de publicidade vai entrar na rede no quarto trimestre do ano, com um número limitado de marcas, estendendo a opção para todos os anunciantes no primeiro trimestre de 2015. As marcas que inicialmente irão anunciar são Coca-Cola, Ford, McDonald's e Universal Pictures.

Para Jeff Levick, diretor de negócios do Spotify, os anúncios em vídeo são uma das formas mais dinâmicas que os anunciantes têm e ela é relevante para o Spotify. Segundo ele, diversas marcas já declararam seu interesse neste tipo de publicidade no serviço.

Segundo as estimativas do eMarketer, os anunciantes dos Estados Unidos pretendem gastar US$ 5,96 bilhões em vídeo digital este ano e destes, US$ 1,44 bilhão será para anúncios em vídeo em tablets e smartphones.

O anúncio em vídeo do Spotify funcionará da seguinte maneira. O usuário poderá concordar com o anúncio, assistir ao vídeo e obter um descanso de 30 minutos sem nenhuma publicidade na reprodução de suas músicas, ou ele pode recursar o vídeo e continuar a ouvir a música com o suporte padrão de publicidade.

O Spotify experimentou diferentes comprimentos para as “sessões patrocinadas” que garantem o uso livre de publicidade durante um determinado tempo e chegou a conclusão que os 30 minutos oferecem uma melhor taxa de opt-in. Os anúncios em vídeo também tem um tempo limitado entre 15 e 30 segundos.

Levick não informou quanto está sendo cobrado pelos anúncios em vídeo, no entanto afirmou que está sendo cotada para compensar a perda da receita com os anúncios que não serão executados na meia hora seguinte a exibição do conteúdo.

As sessões patrocinadas terão início na plataforma móvel do serviço de streaming visto o grande crescimento do Spotify neste meio e pelo uso nos dispositivos móveis já representar mais que o uso no desktop.

O Spotify possui 30 milhões de usuários gratuitos, mas não informa como eles estão divididos na plataforma móvel e desktop. Segundo Levick, o desktop historicamente era o responsável pela maior parte da receita com publicidade, mas nos últimos nove meses o cenário se alterou e o mobile tem crescido rapidamente.

Fonte: http://adage.com/article/digital/spotify-s-video-ads-taking/294842/