Soundcloud lançará serviço pago de música em 2015

Por Redação | 05.11.2014 às 18:33

O SoundCloud anunciou nesta quarta-feira (5) os primeiros passos para deixar de ser um serviço de música "clandestino" e se tornar mais um grande player no mercado de streaming. A empresa está se unindo à Warner Music Group não apenas para criar um programa pago de músicas, mas também para lançar uma plataforma que dará aos artistas e bandas controle completo sobre seus trabalhos publicados no sistema.

Chamado On SoundCloud, o serviço funciona de maneira semelhante a sistemas de anúncios para website ou smartphones. Por meio de propagandas, os autores originais das músicas poderão receber algum dinheiro a partir de conteúdo hospedado e criado pelos usuários, como remixes, mash ups e outros. Além disso, a segunda etapa dessa nova estratégia é o pagamento de royalties da maneira mais tradicional, a cada execução de faixa.

É justamente aqui que entra a questão do serviço de assinaturas, já que apenas a renda oriunda de anúncios no serviço gratuito não é suficiente para sustentar toda a plataforma. Por meio de pagamentos mensais de valores ainda não revelados, os usuários passam a ter acesso total e legítimo ao acervo de centenas de aristas disponíveis pelo selo da Warner, podendo baixar canções ou ouvi-las online por meio de smartphones ou tablets.

A empresa diz estar atenta aos novos recursos para que estes não impactem de forma negativa sua base de usuários. O SoundCloud é reconhecido como o local cujo artistas independentes, DJs experimentais e até mesmo podcasters podem publicar seus trabalhos gratuitamente e disponibilizá-los rapidamente para toda a base de internautas, além de incorporar as próprias obras de maneira fácil em sites externos.

Para a direção da companhia, esse é um movimento que garante benefícios para todos. De um lado, estão os próprios criadores de conteúdo, que agora poderão começar a fazer dinheiro com suas obras, bem como os artistas, que ganharão a partir de trabalhos derivativos. Do outro lado está a própria companhia, que ganha uma fonte de renda considerável para se manter relevante e funcional pelos anos que vem por aí.

Por enquanto, não existem muitos detalhes sobre as novidades do SoundCloud, como preços de assinaturas ou o funcionamento do sistema de anúncios e pagamento para criadores. Mas, desde já, o anúncio marca a entrada de mais um grande player no mercado de streaming, que se configura cada vez mais como o grande futuro da música online.