SoundCloud libera sistema de organização de playlists favoritas

Por Redação | 16 de Dezembro de 2014 às 11h48

O SoundCloud continua em sua missão de deixar de ser uma plataforma de compartilhamento de conteúdo pirateado para se tornar uma solução musical “legítima” em meio a nomes como Pandora, Spotify e Rdio. Agora, a empresa deu mais um passo nessa estratégia ao liberar o Collection, um sistema de hubs que vai concentrar as faixas preferidas do usuário em um só lugar e facilitar a descoberta de novos artistas a partir das preferências de cada um.

A ideia aqui é incentivar as curtidas, que servem como uma forma de indicação do gosto pessoal de cada um. Na coleção pessoal dos usuários, todas as faixas marcadas aparecem em um só lugar, permitindo que os usuários criem playlists a partir dos artistas favoritos, conheçam mais trabalhos de cada um deles ou, simplesmente, escutem uma sequência aleatória ou não de todas as canções preferidas até então.

Soundcloud Collection

No futuro, a Collection abre também espaço para um sistema de indicações, que também deve funcionar a partir desses quesitos. E é nesse ponto que está a grande vedete dos principais serviços musicais da atualidade, já que não se trata apenas de entregar aos usuários uma experiência com as bandas e artistas que eles já conhecem, mas também incentivar o engajamento deles na plataforma por meio de novidades e bandas que eles possam não ter ideia que existem.

Já disponível para usuários cadastrados no SoundCloud, a Collection pode ser acessada tanto do PC quanto a partir de iPhones e iPads. A empresa promete liberar uma versão para Android no começo do ano que vem, tornando o sistema uma parte integrante da experiência de seus usuários com a plataforma.

Acima de tudo isso, a ideia serve como mais um passo adiante para que o SoundCloud torne-se um serviço legítimo. Em novembro, a empresa anunciou o lançamento de um plano de assinaturas que deve ser disponibilizado no ano que vem e está trabalhando com gravadoras e distribuidoras na obtenção de um portfólio musical de respeito, além de garantir o pagamento de royalties para os artistas. Tudo isso, esperam os responsáveis pelo serviço, sem perder o caráter livre da plataforma, já que podcasters e artistas independentes ainda poderão hospedar seus trabalhos por lá, como funciona hoje, e também receber por reprodução de suas canções.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.