Será o fim do MP3? Novo formato promete mais compressão e qualidade

Por Redação | 17 de Setembro de 2012 às 16h00

Um novo padrão de áudio online foi aprovado pela Internet Engineering Task Force (comunidade internacional de designers, vendedores e pesquisadores de rede). Trata-se do Opus Interactive Audio Codec, que pretende vir com tudo para melhorar a qualidade do áudio que circula na rede, desde transmissão online de rádio a chamadas via VoIP.

O Opus Codec foi desenvolvido por um grupo de pesquisadores da Mozilla, Xiph.org, Skype, Microsoft e Broadcomm. Codecs anteriores foram otimizados para uso específico (MP3 para música, SILK para voz, e assim por diante). Mas o Opus promete qualidade superior para todos os quesitos, independente da taxa de bits. O codec é capaz de reduzir latência e drop-outs em qualquer conexão.

A forma como o Opus foi desenvolvido é ainda mais interessante. Todas as empresas envolvidas no processo se comprometeram a criar um codec livre de royalties, com um código fonte aberto.

O compromentimento com a implementação do código também difere do MP3 por outra razão: não é necessária uma patente, portanto, não é necessário pagar taxas de licença para usar o codec. A ideia é lançar um novo formato, com qualidade superior, que não exija taxas dos usuários e seja livremente distribuído pela web.

A primeira implementação do Opus será feita como um plugin em um sistema de conversa por voz e vídeo via web browser (navegador). O Firefox suporta playback nativo de arquivos Opus, e o Google já está trabalhando para implementar a novidade também no Chrome. O Skype já está entusiasmado com o novo codec, que provavelmente será introduzido na próxima versão do software.

Os navegadores, programas de computador e aplicativos de celular já estarão rodando o Opus no futuro. E todos teremos som de qualidade superior, sem pagar nada por isso.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.