Será o fim do MP3? Novo formato promete mais compressão e qualidade

Por Redação | 17 de Setembro de 2012 às 16h00

Um novo padrão de áudio online foi aprovado pela Internet Engineering Task Force (comunidade internacional de designers, vendedores e pesquisadores de rede). Trata-se do Opus Interactive Audio Codec, que pretende vir com tudo para melhorar a qualidade do áudio que circula na rede, desde transmissão online de rádio a chamadas via VoIP.

O Opus Codec foi desenvolvido por um grupo de pesquisadores da Mozilla, Xiph.org, Skype, Microsoft e Broadcomm. Codecs anteriores foram otimizados para uso específico (MP3 para música, SILK para voz, e assim por diante). Mas o Opus promete qualidade superior para todos os quesitos, independente da taxa de bits. O codec é capaz de reduzir latência e drop-outs em qualquer conexão.

A forma como o Opus foi desenvolvido é ainda mais interessante. Todas as empresas envolvidas no processo se comprometeram a criar um codec livre de royalties, com um código fonte aberto.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O compromentimento com a implementação do código também difere do MP3 por outra razão: não é necessária uma patente, portanto, não é necessário pagar taxas de licença para usar o codec. A ideia é lançar um novo formato, com qualidade superior, que não exija taxas dos usuários e seja livremente distribuído pela web.

A primeira implementação do Opus será feita como um plugin em um sistema de conversa por voz e vídeo via web browser (navegador). O Firefox suporta playback nativo de arquivos Opus, e o Google já está trabalhando para implementar a novidade também no Chrome. O Skype já está entusiasmado com o novo codec, que provavelmente será introduzido na próxima versão do software.

Os navegadores, programas de computador e aplicativos de celular já estarão rodando o Opus no futuro. E todos teremos som de qualidade superior, sem pagar nada por isso.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.