Se Apple e Apple Records fossem uma só, como seriam os discos dos Beatles?

Por Redação | 08 de Dezembro de 2014 às 12h56
Foto: Reprodução/Superfi
Tudo sobre

Apple

Poucos sabem (ou lembram), mas a Apple não é a primeira empresa a ter a "maçã" no nome. No final dos anos 1960, mais precisamente em 1968, os Beatles fundaram sua própria gravadora chamada Apple Records e embora Steve Jobs sempre falasse ser fã do grupo de rock, garantiu que o fato não teve nada a ver com a criação do nome de sua companhia, a Apple.

Essa coincidência rendeu até mesmo uma briga judicial, cuja sentença rendeu US$ 80 mil para a Apple e a promessa de que jamais entraria para o ramo da música como gravadora. Apesar disso, o pessoal do blog Superfi imaginou como seriam as capas dos discos do quarteto de Liverpool caso as duas empresas fossem uma só. Veja como ficou:

O álbum "With the Beatles" foi lançado em 1963 e foi o segundo de estúdio da banda. A nova versão conta com a presença de Steve Jobs, Wozniak, Chris Espinosa e Scott Forstall.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Apple Records

"A Hard Day's Night", lançado em 1964, ganhou uma versão iOS cheia de ícones com retratos dos integrantes da banda.

Apple Records

Em "Help", de 1965, a capa minimalista mostra quatro imagens de Steve Jobs, uma em cada período de sua vida.

Apple Records

Não há muito o que falar do álbum branco, o "The White Album", de 1968. Ele continua bem simples, se não fosse pela imagem da maçã.

Apple Records

A famosa capa de 1969, com a banda caminhando pela Abbey Road, ganhou uma versão mais moderna, com os integrantes passeando por aí com um iPod.

Apple Records
Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.