Yahoo passa por reestruturação e perde executiva-chefe

Por Redação | 11.09.2015 às 15:28

A unidade de mídia do Yahoo passa neste momento por um grande processo de reestruturação, fruto da dificuldade da empresa em retornar a um bom patamar de lucratividade com seus produtos. E, agora, essas mudanças parecem estar cobrando seu preço, com a saída oficial de Kathy Savitt, diretora de mídia, que deixa a companhia para se unir à STX Entertainment.

A ex-CMO do Yahoo vai assumir o cargo de diretora de operações digitais do estúdio, que trabalha com conteúdo para cinema, televisão e internet – a contratação, inclusive, vem para amplificar o foco da empresa nesta área, que vem apresentando resultados cada vez melhores por meio de sites e serviços de streaming.

Mas a saída de gente graúda dos altos postos do Yahoo não para por aí. Rumores e informações não confirmadas apontam para um grande êxodo de funcionários e gerentes de departamento deixando a empresa como parte de mudanças de posicionamento ou discordância com os rumos que vêm sendo dados à empresa pela CEO Marissa Mayer.

A relação entre ela e Savitt, inclusive, teria esfriado nos últimos tempos. A CMO é apontada como uma das responsáveis por intensificar os esforços do Yahoo em matéria de conteúdo, criando parcerias com produtores e revistas digitais que aumentaram o número de acessos ao portal. As receitas de publicidade, porém, não cresceram tanto quanto o esperado, e como se tratam de um dos grandes motores da retomada da companhia, os resultados acabaram não sendo tão bem vistos assim.

Outras saídas de executivos envolvem o vice-presidente sênior de publicidade e plataformas de dados, Scott Burke, que deixou o Yahoo no fim de agosto, e o diretor de unidades internacionais da companhia, Dawn Airey, que era um dos principais responsáveis pelas operações do portal na Europa. Aqui, também se fala em uma insatisfação quanto aos rumos que a empresa vem tomando nos últimos meses.

Por enquanto, porém, são poucas as informações oficiais. O Yahoo confirma as saídas de alguns de seus executivos, mas não comenta mais sobre os possíveis novos rumos da empresa nem sobre a estruturação que estaria acontecendo, seja em seu departamento de mídia ou na companhia como um todo.

Fonte: Recode