Yahoo exige mais transparência de serviço de inteligência americano

Por Redação | 19.10.2016 às 20:06

Nesta quarta-feira, o Yahoo revelou que enviou uma carta ao Diretor de Inteligência Nacional dos Estados Unidos, James Clapper, exigindo transparência no que tange as ordens nacionais de segurança emitidas pelas empresas de tecnologia do país quanto a obtenção de dados pessoais de usuários.

A empresa pretende abrir um forte precedente de transparência para todos os usuários e clientes. Aliás, ela ainda declarou que não houve vazamento de nenhum relatório com e-mails digitalizados de sua base de usuários.

Na carta, o conselheiro geral do Yahoo, Ron de Bell, argumenta que tal transparência "reserva a qualquer companhia do setor de comunicações e tecnologia o direito de ter e preservar a confiança de seus clientes". Qualquer ação que quebre essa confiança é pejorativa tanto para os negócios do país quanto estrangeiros. Ademais, a empresa solicitou ao diretor esclarecimentos sobre cartas de segurança nacional, a fim de não somente melhorar a indústria, como também dar ao Yahoo o direito de defender sua reputação.

Esta não é a primeira vez que o Yahoo luta por transparência. A companhia é uma das poucas que chegaram cara a cara com o governo federal, inclusive processando-o por incapacidade de revelar ordens de segurança nacional. Basta lembrar que em junho passado, a companhia foi a primeira a tornar pública a informação de que recebeu uma carta de segurança do governo.

De acordo com informações da Reuters, a carta será em breve respondida por Clapper.