Yahoo estaria bloqueando emails de usuários de ad blockers

Por Redação | 20 de Novembro de 2015 às 12h55

O Yahoo pode estar usando uma prática pouco adequada para lidar com os usuários de bloqueadores de anúncios, impedindo que eles tenham acesso às suas caixas de email. A mensagem de erro começou a ser exibida nesta semana para quem possui soluções do tipo rodando nos browsers Mozilla Firefox e Google Chrome, pedindo que os ad blockers sejam desabilitados para permitir o carregamento completo da inbox.

Após alguns relatos de usuários nos fóruns oficiais do Adblock Plus, uma das maiores soluções do tipo em funcionamento no mercado, o caso ganhou força quando Andrei Herasimchuk, ex-diretor de design de produto do Yahoo, se pronunciou. Pelo Twitter, ele afirmou ter sua caixa de entrada interditada pelo uso de bloqueadores de anúncios e que estaria abandonando a solução de sua ex-empregadora, preferindo o serviço de email da Apple, “por mais que o odeie”.

O Yahoo, porém, não se pronunciou sobre o assunto. Em plataformas mobile, o uso de bloqueadores de anúncios ainda não é detectado e é possível acessar a caixa de entrada normalmente, assim como não há problemas em sua utilização caso as ferramentas sejam apenas desativadas, e não desinstaladas do sistema.

A ideia geral é de que, como depende cada vez mais de receitas de publicidade, o uso de softwares desse tipo em seus serviços de email, uma de suas plataformas mais populares, acaba maculando o faturamento. O Yahoo também não é o primeiro grande nome da internet a realizar ações desse tipo, com o jornal The Washington Post, por exemplo, já tendo bloqueado o acesso de usuários a suas matérias devido ao uso de bloqueadores de anúncios.

Propagandas são essenciais para a existência e manutenção de boa parte dos serviços gratuitos da internet. A popularização cada vez maior de ad blockers, porém, acaba gerando o que já parece ser uma guerra entre criadores de conteúdo e usuários, tornando toda a questão ainda mais complexa e aumentando a animosidade entre os envolvidos. Uma batalha que, com iniciativas como esta, parece cada vez mais longe de terminar.

Em contato com o Canaltech, o Yahoo! afirmou estar testando um novo recurso e que tudo está restrito a uma pequena parcela do público nos Estados Unidos. Confira o que disse a assessoria da companhia:

No Yahoo, estamos sempre desenvolvendo e testando novas experiências de produtos. Este é um teste para um pequeno número de usuários do Yahoo Mail nos EUA.

Fonte: Digiday

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.