Yahoo está sendo investigado por demora na comunicação de falha de segurança

Por Redação | 23.01.2017 às 12:42

A Securities and Exchange Commission (Comissão de Valores Mobiliários), mais conhecida como SEC, está investigando o Yahoo pelo atraso na comunicação sobre o vazamento de dados de milhões de usuários dos serviços da empresa.

Em setembro de 2016, a companhia revelou que um hacker não identificado havia roubado dados pessoas de "pelo menos" 500 milhões de pessoas. Pouco depois, o Yahoo assumiu que a violação havia atingido mais de um bilhão de contas de usuários. As informações roubadas incluíam nomes, endereços de e-mail, números de telefone, datas de nascimento, senhas, e até mesmo perguntas e respostas de segurança.

O pior de tudo é que a invasão havia acontecido em agosto de 2013. Agora, de acordo com o The Wall Street Journal, a empresa está sendo investigada por ter esperado anos antes de divulgar a violação maciça de dados, mesmo que informações deem conta de que alguns funcionários sabiam do problema desde 2014. A SEC solicitou ao Yahoo documentos relacionados aos hacks para decidir se a empresa poderia ter relatado o problema aos seus investidores mais cedo.

Ainda não se sabe quais serão as possíveis implicações da investigação na atual situação do Yahoo, que está sendo vendida para a operadora norte-americana Verizon em um negócio bilionário. Algumas partes da companhia, no entanto, não interessariam à compradora, portanto o que restar do Yahoo passará a se tornar uma nova empresa, rebatizada de Altaba.

Fonte: The Wall Street Journal