Yahoo está impedindo usuários de deixarem seu serviço de e-mail

Por Redação | 11 de Outubro de 2016 às 11h08

Nas últimas semanas, o Yahoo vem demonstrando estar disposto a chamar atenção da pior maneira possível: envolvendo-se em polêmicas. Depois de confirmar o vazamento dos dados de 500 milhões de usuários e ser acusada de escanear o conteúdo dos e-mails dos usuários a pedido do governo dos Estados Unidos, agora a empresa está impedindo que as pessoas deixem de usar seu serviço de e-mail.

À Associated Press, vários usuários relataram dificuldades ao tentar ativar a função de encaminhamento automático de e-mails no Yahoo Mail. De acordo com eles, o serviço está "temporariamente desabilitado", impedindo que novas e antigas mensagens sejam enviadas automaticamente para um novo e-mail antes de eles excluírem suas contas definitivamente.

Oficialmente, em uma de suas páginas de ajuda, a companhia do Vale do Silício alega que a funcionalidade foi desabilitada "temporariamente" enquanto ela "trabalha para melhorá-la". "Esta funcionalidade está em desenvolvimento. Enquanto trabalhamos para melhorá-la, nós desativamos temporariamente a possibilidade de encaminhar e-mails para novos endereços. Se você já utilizava o recurso, seus e-mails continuarão a ser encaminhados para o endereço configurado anteriormente".

Obviamente, a desculpa soa bastante esfarrapada e faz muita gente acreditar que a desativação foi intencional, numa tentativa de o Yahoo barrar uma migração maciça de usuários em meio a tantos escândalos e problemas de segurança e privacidade.

Independentemente de tudo isso ser verdade ou não, é mais uma polêmica em que o Yahoo se enfia, manchando ainda mais sua imagem aos olhos do público e da Verizon, que já está pedindo um desconto bilionário para concluir a aquisição da companhia.

Via The Associated Press, The Register