Yahoo! desiste de vender sua participação no Alibaba

Por Redação | 09 de Dezembro de 2015 às 11h39
TUDO SOBRE

Yahoo

O Yahoo! não vive os seus melhores dias e, por conta disso, um dos principais acionistas da empresa, a Starboard Value, pressionou a empresa para vender sua participação na companhia chinesa de comércio eletrônico Alibaba. Depois de muitas especulações e conversas que se arrastaram ao longo da última semana, o Yahoo! anunciou que não irá mais colocar suas ações do Alibaba a venda.

A medida representa uma grande reviravolta para o Yahoo!, que vem se preparando há meses para a cisão de sua participação de 15% na gigante chinesa do comércio eletrônico. A transação, apesar de complicada, estava sendo esperada para ser concluída em janeiro.

O que motivou a empresa do Vale do Silício a cancelar o movimento é o temor de que a transação não receba o tratamento livre de impostos que ela espera, o que poderia resultar em um pagamento de bilhões de dólares. Durante a reunião de diretores do Yahoo! na semana passada, os executivos consideraram diversas opções, mas sem chegar ao consenso de que as ações deveriam ser vendidas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O Yahoo! tem tentado reformular o seu negócio na Internet ao longo dos últimos três anos sob a liderança da CEO Marissa Mayer. No entanto, a receita da empresa permanece estagnada e ela não consegue desenvolver novos serviços, aplicativos e produtos que sejam populares. Essas dificuldades têm feito com que os acionistas pressionem o Yahoo! a ponderar sobre um acordo para o seu negócio de Internet. O CEO da Verizon, Lowell McAdam, afirmou que sua companhia estaria considerando a compra dos serviços de internet do Yahoo!. O negócio provavelmente incluiria o Yahoo! Japan, uma joint venture com a Softbank, US$ 5 bilhões e um "spinoff" das propriedades de Internet da empresa.

O mercado reagiu bem a decisão do Yahoo! de não vender sua participação no Alibaba, com as ações da companhia norte-americana subindo 3,8% na Bolsa de Valores de Nova York.

Fonte: Business Insider UK

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.