Xiaomi vai produzir bicicletas e diversificar ainda mais seu portfólio

Por Redação | 15 de Março de 2016 às 15h15
photo_camera Reprodução/Bloomberg

A Xiaomi é uma das empresas que mais vende smartphones no mundo, oferecendo produtos de ponta a preços intermediários e angariando clientes em diferentes mercados. Em breve, o já diversificado portfólio de produtos da companhia, que atualmente conta com smartphones, tablets, smart TVs, purificador de ar e lâmpadas inteligentes, entre outros, vai ganhar um novo item: uma bicicleta.

Recentemente, a Xiaomi investiu na chinesa Iriding, companhia responsável pela criação de uma bicicleta inteligente chamada QiCycle, que será vendida pelas lojas virtuais da fabricante do Redmi. O produto reúne uma série de recursos interessantes, como construção em fibra de carbono, pedaladas assistidas por uma bateria e sensores de movimento e será comercializado por um preço bem salgado: US$ 3 mil.

Os novos e variados produtos da Xiaomi indicam que a companhia pode estar se preparando para uma explosão da Internet das Coisas, aquele conceito dentro do qual os produtos do nosso dia a dia se tornarão cada vez mais conectáveis, compartilhando informações pela internet com outros produtos e serviços. A série de parcerias que a empresa desenvolve para ampliar a sua linha de produtos, porém, acaba causando algumas confusões nos consumidores, que nem sempre sabe onde termina a Xiaomi e onde começam as parceiras.

Fonte: The Wall Street Journal

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!