Waymo quer que Uber pague US$ 1,86 bilhão por roubo de segredos comerciais

Por Redação | 25 de Setembro de 2017 às 18h20

O julgamento referente ao processo judicial aberto entre Waymo e Uber está marcado para o dia 10 de outubro — quando talvez chegue ao fim a briga entre as duas empresas, que começou quando Anthony Levandowski foi acusado de roubar 14 mil documentos confidenciais da Waymo, o que causou sua saída da Uber.

Mas, enquanto a Waymo pede que o julgamento seja adiado por alegar que não conseguirá analisar as evidências entregues pela Uber em tempo, um advogado da empresa, que faz parte da Alphabet, disse que a Waymo estava visando receber um valor de US$ 2,6 bilhões para encerrar o processo. No entanto, a empresa reviu seus cálculos e reduziu o valor da multa para US$ 1,859 bilhão.

Os advogados da Waymo revelaram, ainda, que a empresa procurará um mandado de injunção judicial que pode limitar a capacidade da Uber de entrar no mercado de veículos autônomos, prejudicando ainda mais sua expansão para novos negócios.

Fonte: ARSTechnica

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.