Verizon conclui compra da Yahoo e Marissa Mayer deixa a empresa

Por Redação | 14 de Junho de 2017 às 11h41

Após uma série de contratempos, o destino da Yahoo foi finalmente selado. A partir desta quarta-feira (14), a empresa que já foi uma das gigantes da internet passa a fazer parte do grupo Verizon, que adquiriu a companhia. Com isso, a Yahoo vai seguir o mesmo destino da velha AOL e fará parte da Oath, divisão de conteúdo para internet da Verizon.

Isso significa que a Oath vai englobar serviços bastante populares na rede, como o site HuffPost, TechCrunch, Engadget, Yahoo Sports e até mesmo o Tumblr. Mais do que isso, a aquisição também marca o fim da Yahoo como a gente conhece, incluindo seu corpo executivo.

Tão logo a negociação foi anunciada, a então CEO da empresa, Marissa Mayer, anunciou sua saída do grupo. Ela estava na Yahoo há cinco anos e era vista como um respiro dentro do mar de más notícias que a empresa se envolveu até então. Com experiência na Google, onde trabalhou por mais de dez anos, Marissa foi a responsável por manter as coisas estáveis na empresa após um longo período de problemas financeiros.

Como aponta o Verge, embora não tenha conseguido salvar a Yahoo, ela conseguiu realizar feitos incríveis. Entre eles está a valorização das ações da companhia, que passaram a valer três vezes mais durante a sua gestão.

A notícia de que a aquisição se concretizou põe um fim a uma novela que se estendeu por quase um ano. Em julho de 2016, a Verizon havia oferecido US$ 4,83 bilhões em dinheiro pela compra da Yahoo. Foi o início de um processo de negociação que teve várias reviravoltas, incluindo uma série de falhas de segurança nos servidores da Yahoo, o que forçou a nova dona a reduzir a oferta inicial. No fim, o negócio acabou sendo fechado em US$ 4,5 bi.

Porém, o mais importante disso tudo não é o que aconteceu, mas o que veremos a seguir. Com a compra, a Verizon ganha ainda mais força como uma das gigantes do mercado atual, sobretudo na área da publicidade. Atuando em várias frentes, a companhia passa a ter informações fundamentais sobre usuários e perfil de consumo, o que é muito útil na hora de atrair anunciantes.

Via: The Verge

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.