Vendas de computadores no Brasil atingem o menor volume em 13 anos

Por Redação | 17 de Março de 2017 às 12h13
Divulgação

Que os computadores já não vendem mais como antes, disso todo mundo sabe. Mas, no Brasil, as vendas chegaram ao menor volume em 13 anos, segundo o mais novo relatório da IDC divulgado nesta semana.

De acordo com a firma de análise de mercado, apenas 4,5 milhões de computadores "completos" foram vendidos por aqui em 2016. A marca é a menor registrada em quase uma década e meia e a tendência é que continue a cair.

A derrocada, entretanto, já era prevista pela IDC, que disse que as vendas ficaram "dentro das nossas expectativas". "Além da crise econômica que impactou o mercado, no ano passado houve mais interesse por smartphones, tablets e até por aparelhos televisores inteligentes, que oferecem a possibilidade de assistir a filmes e consumir entretenimento em geral", destacou a consultoria. "Ou seja, o computador, que até 2012 era praticamente o único dispositivo a oferecer acesso à internet, ano a ano vem perdendo espaço para outros dispositivos", explicou.

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

Nesse cenário de queda, os notebooks são os que mais vendem, totalizando 2,8 milhões de unidades vendidas -- 30% menos em relação a 2015. Os computadores de mesa apresentaram uma queda ainda maior, de 35%, somando 1,7 milhão de unidades vendidas. Dos 4,5 milhões de PCs vendidos, 3 milhões se destinaram a uso doméstico e o restante foi para o corporativo.

Por fim, a IDC acredita que as coisas não devem melhorar nos próximos anos. A bem da verdade, a consultoria prevê que mesmo que a economia se recupere em 2017, o mercado conseguirá, no máximo, manter esses números. Que fase, heim?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.