Venda de celulares cresce no Brasil, mas não supera queda em relação à 2015

Venda de celulares cresce no Brasil, mas não supera queda em relação à 2015

Por Redação | 06 de Outubro de 2016 às 12h28

A venda de celulares voltou a crescer no Brasil, de acordo com dados da IDC Brasil. Em relação ao primeiro trimestre do ano, o crescimento total do mercado foi de 23,1%. Apesar da boa notícia, os números ainda não foram suficientes para abater a queda em relação à 2015, que atingiu a marca de 1,7%.

Entre os meses de abril e junho de 2016, foram vendidos 12.044 milhões de aparelhos, sendo 10.799 milhões de smartphones e 1,265 milhão de feature phones, nome dado aos modelos mais simples e sem sistema operacional.

Frente ao primeiro trimestre deste ano, o aumento na venda de smartphones foi de 16,6%, mas na comparação com o mesmo período do ano passado, houve uma queda de 4,8% nas vendas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No entanto, os números relacionados aos feature phones surpreenderam. As vendas deste tipo de celular foram 38,4% superiores à apresentada nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016. Em relação ao segundo trimestre de 2015, houve um aumento de 35,1%.

“Os feature phones estão reaquecendo o mercado. Em 2015, houve falta de opções de aparelhos desse tipo. Hoje, a oferta é muito maior. Além disso, os celulares convencionais atendem muito bem a demanda das áreas rurais, onde o 3G funciona mal e o 4G ainda não chegou. Neste caso, o investimento menor vale a pena”, diz o analista Diego Silva da IDC Brasil.

O relatório da IDC também mostrou que as pessoas estão gastando menos dinheiro na hora de comprar celulares. O ticket médio dos smartphones passou de R$ 1.152 no primeiro trimestre para R$ 1.045 no segundo. Hoje, 64,2% dos smartphones vendidos estão na faixa de preço que varia de R$ 499 a R$ 999. Entre abril e junho, o mercado de smartphones movimentou R$11,4 bilhões.

As previsões dos analistas são otimistas, apontando para um mercado aquecido nos próximos meses, com um alto volume de vendas em datas sazonais que costumam acelerar as vendas, como a Black Friday e o Natal.

Fonte: Convergência Digital

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.