Vazamento do Xiaomi Mi 6 confirma aparelhos muito mais poderosos que o Galaxy S8

Por Redação | 04 de Abril de 2017 às 13h06

Não existe anúncio nesse mundo da tecnologia que não possa ser estragado por um bom vazamento antes da hora. Ele pode até demorar, mas inevitavelmente vai chegar, como aconteceu nesta terça-feira (04) com o Xiaomi Mi 6, a nova linha de smartphones da fabricante chinesa. O aparelho vem sendo boatado há um bom tempo, mas sempre com informações espalhadas e sem nada muito concreto. Até agora, já que finalmente alguém conseguiu trazer detalhes bem específicos e certeiros sobre o que está por vir.

O site Xiaomi Mi Today afirma ter conseguido informações não apenas sobre o Mi 6 como também do Mi 6 Plus e até mesmo um Mi 6 Pro, uma versão mais robusta do aparelho. E, para provar que não se trata apenas de mais um boato para a coleção, a página trouxe fotos que comprovam que já tem gente com os aparelhos, o que dá ainda mais veracidade aos vazamentos.

A começar pelo modelo mais básico, o Mi 6 padrão deve seguir a política da empresa de combinar alto desempenho com custo reduzido. Não por acaso, ele deve chegar às lojas custando o equivalente a US$ 299 — cerca de R$ 933 na cotação atual — e trazer nada menos do que 3 GB de RAM e o armazenamento interno estará disponível tanto em opções de 32 GB quanto de 64 GB.

Em relação às câmeras, o site afirma que a lente traseira será de 12 megapixels, enquanto a frontal será de 4 MP já equipada com a tecnologia Ultrapixel. Além disso, ele contará com uma tela de 5,15 polegadas e bateria de 3.200 mAh.

Porém, a principal novidade está no processador. Confirmando rumores que já circulam desde a última semana, a Xiaomi vai mesmo incorporar um chip Snapdragon 835 no smartphone. O componente é o mesmo usado no novo Galaxy S8 e é considerado o mais poderoso do mercado. Contudo, parece que a versão presente no dispositivo chinês terá o clock reduzido, o que diminui um pouco seu desempenho.

Mi 6 Pro

Já o Mi 6 Pro será o dispositivo que realmente faz jus ao título top de linha. Isso porque ele traz basicamente a mesma estrutura do Mi 6, com tela de 5,15 polegadas, mas com uma configuração mais poderosa. Prova disso é que o processador Snapdragon 835 não será limitado, trabalhando a 2,45 GHz. Além disso, ele contará com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento, assim como uma bateria de 4.000 mAh. Isso faz com que ele possa bater de frente com a versão mais robusta do Galaxy S8+, que também deve ser exclusiva do mercado chinês.

O Mi 6 Pro conta ainda com uma câmera de 30 megapixels com estabilizador óptico de imagem e uma câmera frontal de 8 MP. Essa lente tem uma abertura maior do que a habitual, o que significa que ela é mais sensível à luz e permite imagens melhores mesmo em ambientes mais escuros. O aparelho deve trazer um revestimento em porcelana e virá equipado com sensor de impressão digital. O preço estimado é de US$ 399 (R$ 1.245).

Mi 6 Plus

Por fim, o Mi 6 Plus dá um passo ainda mais adiante em termos de potência e melhorias. A primeira novidade é que ele possui uma tela de 5,7 polegadas, o que garante uma proporção de 2:1 equivalente ao que LG e Samsung fizeram com o G6 e o Galaxy S8, respectivamente. Por trazer uma configuração bem mais avançada que os outros modelos, a estimativa é que a Xiaomi faça dele a versão mais cara dessa geração. O valor estimado é de US$ 599 (R$ 1.870). Ainda assim, ele chega a ser até US$ 200 mais barato que a concorrência.

E o alto custo se justifica por sua configuração. De acordo com o Xiaomi Mi Today, o modelo Plus conta com 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno. Embora seu processador não tenha sido detalhado, é dito que ele contará mesmo com um conjunto de câmeras duplas tanto na parte frontal quanto na traseira.

Como de costume, dificilmente veremos esses dispositivos chegando ao Ocidente via meios oficiais. É claro que eles sempre podem ser importados, mas não é o foco da empresa nesse momento. O que é uma pena, visto que os aparelhos contam com configurações capazes de ofuscar os principais competidores do mercado e a preços bem mais interessantes e acessíveis.

Fonte: Xiaomi Mi Today

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.