Uber vira tema de debate entre candidatos à presidência dos Estados Unidos

Por Redação | 15 de Julho de 2015 às 10h11
photo_camera Foto: Reprodução

O Uber vem causando polêmica ao redor do mundo com diversas reclamações e protestos de defensores e pessoas contrárias ao aplicativo. Entre os manifestantes estão usuários, taxistas e, agora, até mesmo políticos. Nos Estados Unidos, dois candidatos à presidência do país já se manifestaram sobre o assunto: Hillary Clinton e Rand Paul.

Clinton diz que startups como Uber, Airbnb e Instacart são empresas inovadoras, pois facilitam para que as pessoas ganhem dinheiro dirigindo seus próprios carros ou alugando um quarto de sua casa para hóspedes. Porém, a candidata, que não menciona o nome de nenhuma companhia, afirma que esses serviços levantam questões difíceis sobre como compensar as pessoas e como será a próxima geração de bons empregos, mostrando não ser a favor desse tipo de contrato.

Em palestra na New School, em Nova Iorque, ao falar sobre o seu plano para melhorar a economia, as proteções nos locais de trabalhos e aumento de salários de profissionais como professores, enfermeiros e motoristas de caminhão, Hillary declarou que todo trabalho duro precisa ser pago de maneira justa.

Ela acredita que o pagamento justo deve ser estendido para as pessoas que fornecem serviços para aplicativos sob demanda e faz um alerta para executivos de tecnologia que discordam disso: "Vou atrás dos chefes que exploram seus funcionários ao classificá-los erroneamente como fornecedores ou mesmo roubam seus salários", afirmou.

Já o senador e também republicano Rand Paul se posicionou contrariamente à declaração de Clinton. "Serviços como o Uber, Airbnb e Lyft estimulam a nossa economia e trabalham a favor de preços mais baixos. Como isso é ruim?", questionou em seu Twitter.

No Brasil, a polêmica que envolve o Uber é em relação aos taxistas, que consideram o aplicativo uma concorrência injusta.

Fonte: Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.