Uber vai suspender parte das operações na Finlândia

Por Redação | 06 de Julho de 2017 às 13h31

A Uber anunciou uma suspensão temporária de seus serviços na Finlândia até que entre em vigor uma lei que vai regular os serviços de transporte alternativo na capital, Helsinki. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (6), mas a decisão não tem caráter imediato, com a plataforma permanecendo funcionando até o dia 15 de agosto.

A cidade é a única, na Finlândia, onde o serviço está disponível nas categorias UberPOP e Black. Apenas a primeira será interrompida e seu funcionamento é bastante semelhante com a modalidade X existente no Brasil. A diferença é seu foco no compartilhamento de caronas, com a empresa afirmando que os motoristas que usam essa categoria não estão lucrando ao volante, mas sim, dividindo seus veículos com usuários que precisam se locomover pela cidade.

É uma retórica que pode funcionar para a empresa, mas já causou problemas judiciais pela Europa afora. E é justamente por isso que veio a decisão de suspender as operações na Finlândia, como forma de evitar problemas para usuários e motoristas nesse momento de transição. A companhia também se compromete a realizar uma reorganização voltando mais forte em julho do ano que vem.

Ela disse ainda que não pretende deixar os motoristas desatendidos. Mesmo sabendo que essa decisão unilateral vai afetar os bolsos deles – daí, inclusive, veio a ideia de não suspender o funcionamento imediatamente –, a companhia deseja trabalhar ao lado deles para garantir uma transição bem feita para o novo modelo, além de dar suporte a todos que precisarem durante o período de ausência.

Para deixar claro que não pretende deixar Helsinki nem a Finlândia, a Uber deixou claro que a categoria Black continuará funcionando normalmente na capital. O serviço de chamada de veículos de luxo, no país, está sujeito a leis diferentes e já foi regulamentado, justamente devido à sua categorização diferente em relação às corridas realizadas no dia-a-dia. Aqui, entretanto, somente motoristas licenciados podem operar.

A empresa também se mostrou animada com as mudanças que estão sendo feitas pela administração municipal, afirmando que a Finlândia vai garantir que a Uber trabalhe ao máximo de suas capacidades. Além disso, o serviço acredita que a regulamentação deve abrir novas oportunidades de trabalho e negócios, bem como criar um ambiente fértil para o mercado de transportes no país, abrindo precedentes, também, para outros municípios.

Entre as mudanças que serão feitas pela nova legislação, já aprovada, está o fim das licenças para operação de serviços de transporte e uma fiscalização sobre os preços de tarifas, que passarão a ter um teto máximo de acordo com a categoria do serviço. São medidas que até afetarão alguns dos sistemas do Uber, como o preço dinâmico, por exemplo, mas que representam mais vantagens do que o contrário para a companhia.

Fonte: Uber

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.