Uber pagará US$ 20 milhões à motoristas após "enganá-los" nos EUA

Por Redação | 20 de Janeiro de 2017 às 10h33

O Uber terá que pagar US$ 20 milhões em indenizações a seus motoristas após ser considerado culpado por fazer falsas promessas de ganhos com a intenção de atraí-los a trabalhar para a plataforma.

A alegação contra o serviço de caronas é de que ele teria dado informações enganadoras sobre o quanto os motoristas poderiam ganhar por mês e prometendo benefícios no financiamento de veículos para trabalhar na empresa.

Segundo declaração colocada no site norte-americano do Uber de maio de 2015 a agosto do mesmo ano, o CEO Travis Kalanick afirma que motoristas em Nova York poderiam ganhar US$ 90 mil por ano. Em San Francisco, o faturamento médio prometido foi de US$ 74 mil por ano. Entretanto, a média em cada cidade durante o ano não passou de US$ 61 mil (Nova York) e US$ 53 mil (San Francisco).

Além disso, o processo culpou o Uber por indicar serviços de financiamento de veículos aos seus usuários, que cobraram mais do que os valores prometidos pela companhia.

O acordo entre os motoristas e o Uber foi homologado nesta quinta-feira (20) na Comissão Federal de Valores (FTC) norte-americana. O processo envolveu declarações de motoristas coletadas de 2013 até 2015, envolvendo uma estratégia de recrutamento de novos motoristas pelo Uber, durante um período de alta competição contra um aplicativo rival, o Lyft.

A FTC constatou que a maioria dos motoristas do Uber estavam ganhando bem menos do que os valores prometidos, muitas vezes não conseguindo honrar os pagamentos dos veículos, que também custaram mais caro do que o Uber divulgou em suas informações.

"Muitos clientes topam dirigir para o Uber, mas eles não deveriam ser seduzidos a trabalhar pelo potencial de faturamento ou o custo de financiar um carro pela empresa", afirmou Jessica Rich, diretora da divisão de Proteção ao Consumidor do FTC.

Para comentar a decisão judicial, o Uber divulgou uma nota oficial, afirmando estar contente em ter resolvido esta questão.

"Nós fizemos muitos aperfeiçoamentos para a experiência de nossos motoristas no último ano e vamos focar em garantir que o Uber seja a melhor opção para todos os que querem ganhar dinheiro em seu próprio horário de trabalho", declarou a companhia.

Fonte: NBC

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.