Uber diz que ainda vai demorar até que carros autônomos substituam motoristas

Por Redação | 20 de Outubro de 2016 às 13h02

Em evento realizado na cidade de São Francisco, Califórnia, o presidente executivo da Uber, Travis Kalanick, disse nesta quarta-feira (19) que "as pessoas entenderam errado" o conceito de veículos autônomos e que ele não acredita que a tecnologia substituirá os motoristas humanos no futuro próximo.

A afirmação é bastante curiosa, tendo em vista principalmente que a empresa iniciou recentemente seus primeiros testes públicos com carros que dirigem sozinhos na cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos. Para o executivo, entretanto, isso ainda não é motivo suficiente para as pessoas se alarmarem e acharem que a tecnologia irá acabar com milhões de empregos. "Vai demorar um tempo até que os veículos sejam todos autônomos", explicou ao ser questionado sobre a aquisição pela Uber da startup de tecnologia de direção autônoma para caminhões Otto.

Ainda de acordo com Kalanick, ainda há muitas barreiras - tanto tecnológicas quanto legislativas - a serem vencidas até que esse futuro chegue. Portanto, ele diz acreditar que daqui 10 ou 15 anos o que veremos são kits adaptadores ou modelos híbridos chegando ao mercado, com os motoristas ainda sendo capazes de assumir a direção quando e por quanto tempo quiserem.

"Acredito que há muitos modelos diferentes sobre como isso tudo pode funcionar", completou o CEO.

Via The Verge