Twitter pode cortar 300 funcionários para compensar baixo crescimento na receita

Por Redação | 25.10.2016 às 08:45

O Twitter está se preparando para cortar 8% de seu quadro de funcionários, o que resultará na demissão de 300 pessoas, segundo relataram fontes anônimas à Bloomberg. A equipe de vendas deve ser a mais afetada, devido ao baixo crescimento da receita da rede social, especialmente pela concorrência com o Facebook e Snapchat, os quais continuam a crescer muito mais rapidamente.

A notícia vem à tona poucos dias antes da rede de microblogs anunciar seus ganhos financeiros referentes ao terceiro trimestre de 2016, ano que não tem sido dos melhores para a companhia. A Bloomberg especula que o desempenho apresentado pelo Twitter durante o ano passado têm tornado difícil para a empresa recompensar seus funcionários com ações como pagamento, o que, reduzindo sua equipe, pode ajudar a aliviar a pressão até certo ponto.

Quando Jack Dorsey foi nomeado CEO em outubro passado, ele demitiu cerca de 8% do time de empregados da empresa. Desde então, o valor das ações do Twitter caiu cerca de 40% e seu crescimento diminuiu significativamente.

Desde setembro, quando surgiu o boato de que o Twitter seria vendido, também apareceram diversos rumores sobre possíveis compradores. Mas, três deles em potencial - Google, Disney e Salesforce - logo desistiram do negócio.

Fonte: TheNextWeb