Twitter e Yahoo teriam discutido possível fusão

Por Redação | 03 de Junho de 2016 às 11h10
photo_camera Divulgação

A novela sobre a quase inevitável venda do Yahoo acaba de ganhar mais um capítulo. Desta vez, entra em cena o Twitter, que estava em negociações para uma possível fusão entre as duas empresas.

Fontes familiarizadas com o assunto disseram ao New York Post que executivos de ambas companhias se encontraram recentemente para discutir uma eventual junção entre elas. Na reunião, os empresários teriam passado "várias horas" debatendo a situação atual das finanças do Yahoo e se uma combinação estratégica das duas corporações poderia fazer sentido.

Um dos informantes alega que um dos executivos do Twitter disse que o microblog "é o destino [perfeito] para as notícias instantâneas" e que o Yahoo possui várias de suas manchetes divulgadas dentro da rede social — possivelmente em serviços do próprio Twitter, como o Moments, e postagens promovidas na linha do tempo, por exemplo. Sobre a fusão das empresas, este mesmo executivo teria dito que "essa ideia não é tão absurda quanto poderia se pensar".

Ainda de acordo com o NYP, Marrissa Mayer, CEO do Yahoo, teria estado presente nessa reunião. Já o presidente-executivo do Twitter, Jack Dorsey, não compareceu. Inclusive, uma fonte afirmou que Dorsey sequer se preocupou em participar do encontro, o que não teria agradado os acionistas do Yahoo. O que se especula é que os representantes do Twitter queriam apenas recolher informações confidenciais do que fazer uma proposta concreta. Logo após a reunião, o Twitter não teria manifestado interesse em continuar com novas conversas e abandonou as negociações.

A notícia de que o Twitter poderia se fundir com o Yahoo chega de forma inesperada, uma vez que a própria rede social passa por uma fase tão turbulenta quanto a empresa liderada por Marissa Mayer. Desde 2014, o microblog enfrenta queda em suas receitas e não consegue alcançar o ritmo de seus concorrentes, como o Facebook e o Snapchat — este último já é mais utilizado diariamente que a plataforma de Dorsey. Soma-se a isso o fato de que o Twitter também tem dificuldades em manter anunciantes e aumentou de forma pouco significativa sua base de usuários.

Também é estranho que o Yahoo, depois de ter recebido propostas de empresas muito maiores, esteja discutindo uma provável fusão com o Twitter. A possível compradora com maior potencial em adquirir o Yahoo seria a operadora americana Verizon, que já teria feito algumas ofertas.

Na semana que vem, o Yahoo tem marcada uma segunda fase de propostas para vender seu negócio de internet. É aí que devemos ter mais esclarecimentos sobre o suposto interesse do Twitter em se fundir com o Yahoo, ou se esta será comprada por outra companhia.

Fonte: New York Post

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.