Toshiba anuncia corte de 6,8 mil empregos e tem queda de 10% nas ações

Por Redação | 21.12.2015 às 10:43

A empresa japonesa Toshiba anunciou nesta segunda-feira (21) a demissão de 6,8 mil postos de trabalho, o que é equivalente a um terço de seu atual quadro de funcionários. As divisões afetas pelo corte incluem as áreas de produção de produtos para o grande público.

A reestruturação planejada pela empresa elevará os gastos, o que levou a companhia a prever uma perda anual recorde de US$ 4,5 bilhões (550 bilhões de ienes) entre abril de 2015 e março de 2016. Em 2008-2009, mesmo diante da crise financeira internacional, a Toshiba não teve um ano tão ruim quanto agora. Na época, a entidade anunciou um prejuízo de 343 bilhões de ienes.

Ainda não se sabe quais mercados serão afetados pelo corte de funcionários, que ainda pretende acabar com quase mil empregos na área administrativa. Os cortes de 6,8 mil postos somam-se às 1.200 demissões no setor de semicondutores e à transferência para a Sony de 1.100 profissionais. Os novos cortes estão previstos para ocorrer até março de 2016.

As ações da Toshiba despencaram em 10% nesta segunda-feira com a notícia de antecipação da reorganização. Neste ano, as ações da empresa acumulam queda de 50%.

A companhia tem lutado para se recuperar de um escândalo contábil que inflacionou os lucros. Em julho, o então presidente da Toshiba, Hisao Tanaka, renunciou ao cargo depois de ser acusado, juntamente com outros funcionários da empresa, de ampliar artificialmente seus lucros em mais de US$ 1,2 bilhão ao longo de sete anos. Além de Tanaka, a Toshiba havia anunciado a saída de outros 16 membros do conselho.

Fonte: CNN Money

Fonte: http://money.cnn.com/2015/12/21/investing/toshiba-restructuring-accounting-scandal/