Tim Cook viaja à Índia a fim de impulsionar crescimento da Apple no país

Por Redação | 18 de Maio de 2016 às 07h13
photo_camera Divulgação

Não é exatamente uma novidade que a Apple esteja buscando meios de se firmar em mercados como a China e a Índia, e a viagem que Tim Cook fez ao subcontinente indiano nesta terça-feira (17) é um largo passo para o crescimento da Maçã por lá. A Apple está buscando formas de aprimorar seu centro de desenvolvimento de software no país e seus planos envolvem a criação de um programa para incentivar startups locais.

Pela primeira vez na Índia desde que se tornou presidente executivo da companhia, Cook se encontrará com o Primeiro Ministro Narenda Modi ainda nesta semana. A ideia é conquistar o crescente mercado indiano de smartphones, uma vez que as vendas dos iPhones nos Estados Unidos têm sido cada vez mais decepcionantes.

Somente no ano de 2015, mais de 100 milhões de smartphones foram vendidos na Índia, e a expectativa é que os números de 2016 sejam cerca de 25% maiores. O iPhone é vendido no país e representa cerca de 2% do mercado - mas, somente no primeiro trimestre de 2016, os aparelhos da Maçã tiveram um aumento de 56% nas vendas.

E o aumento da presença da Apple na Índia pode não significar apenas crescimento na venda de iPhones: fontes do governo indiano acreditam que Modi pretende pressionar Cook para que ele abra unidades de produção no país como parte do plano governamental de aumentar a oferta de empregos.

Bom, se depender da Apple, tudo vai dar certo, já que não somente é sabido que a companhia pretende abrir unidades da Apple Store na Índia, como a Foxconn, que fabrica componentes para dispositivos da Maçã, está procurando um local perfeito para construir uma fábrica dedicada exclusivamente à produção de novos iPhones no território indiano.

Fonte: Reuters

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.