Tim Cook responde rapaz cujo avô com câncer foi beneficiado por produtos Apple

Por Redação | 11.05.2016 às 23:40

Novidades tecnológicas trazem todo tipo de benefício ao cotidiano de nossas vidas, e um iPad foi capaz de melhorar a vida de um ex veterano da Marinha dos Estados Unidos de um jeito emocionante. Seu neto, que lhe deu o aparelho de presente, enviou um e-mail ao CEO da Maçã, Tim Cook, contando a história e se surpreendeu ao receber resposta do executivo.

No e-mail, o usuário “bhanel” do Reddit contou que seu avô, que sofre de um tipo debilitante de câncer na bexiga, já não saía mais da cama e, um tanto avesso à tecnologia, não sabia usar um computador e já não tinha mais muitas forças (ou ânimo) para utilizar seu antigo celular e se manter conectado com as pessoas de seu convívio. Então seu neto o presenteou com um iPad, e rapidamente seu avô aprendeu a usar o tablet e descobriu as maravilhas das modernas tecnologias da Apple, conseguindo se manter em contato até mesmo com seu médico via FaceTime.

O senhor se animou tanto com o novo mundo que descobriu que acabou comprando também um iPhone 6, e ensinou sua esposa – também idosa e sem interesse por “essas coisas” – a mexer no iOS. Ou seja, simplesmente por ganhar um iPad de presente, a vida desse ex militar ganhou mais qualidade, melhorando, também, a vida de seus familiares que convivem com ele.

Tim Cook, então, respondeu pessoalmente o e-mail dizendo: “Estou feliz que fazemos parte da vida de seu avô”. Uma resposta curta, mas bastante significativa.

Confira o e-mail do rapaz na íntegra, em tradução livre:

"Caro Sr. Cook,

Eu nunca enviei um e-mail a um executivo antes, muito menos um CEO. Eu gostaria de expressar minha gratidão pelos incríveis produtos e serviços que a Apple oferece.

No ano passado, meu avô foi diagnosticado com um câncer na bexiga e seu futuro era incerto. Seu médico disse que sua melhor chance de sobrevivência seria passar por uma cirurgia e remover parte de sua bexiga. Alguns dias depois, ele passou pelo procedimento e, depois de ser liberado, ficou comigo e com a minha família.

Ele estava muito fraco, cansado, com dores e deprimido. Me afetou profundamente ver meu avô, que serviu à Marinha dos Estados Unidos, se tornou pastor e empresário, em um estado como esse. Ele não sabia usar um computador e mal conseguia mexer em seu antigo celular. Eu quis desesperadamente ajudá-lo a se recuperar e ser aquele grande homem que era meu ídolo quando criança.

Eu já era um fã da Apple há anos e conhecia seus grandes produtos. Então estava no shopping local e passei por uma Apple Store. Não sei de onde surgiu a ideia, mas apesar das festas de fim de ano já terem consumido mais do que eu poderia gastar, entrei e comprei um iPad Air. O atendimento, fico feliz em dizer que não foi nada menos do que excelente.

Não pude esperar alguns dias pela chegada do Natal e levei o presente à cama de meu avô. Deixei-o abrir o pacote. O que aconteceu em seguida me surpreendeu e eu jamais vou me esquecer: Ele chorou.

Ele me abraçou mais forte do que eu jamais havia sido abraçado e chorou. Estava tão agradecido por alguém ter dado a ele um presente tão caro. Eu sentei ao lado dele e ensinei-o a fazer o básico, a pesquisar na internet, a criar um Apple ID para baixar aplicativos, e mostrei como ele poderia usar o iPad para conversar com seus filhos e netos. Após algumas horas ele disse estar cansado, e então deixei-o dormir. Um pouco depois voltei ao quarto e descobri que ele já havia instalado o jogo "Paciência" por conta própria, junto com alguns outros de seus joguinhos preferidos.

O iPad ajudou meu avô a se recuperar e voltar a ser ele mesmo. Ele procurou jeitos de passar o tempo, instalou a Bíblia e conversou com seu médico via FaceTime para discutir a respeito de sua recuperação e seus medicamentos. Alguns dias após o Natal, ele estava andando por conta própria pela casa e se sentiu bem o suficiente para voltar para sua casa com sua esposa.

Quando o vi novamente duas semanas depois, ele havia ensinado a minha avó, que sempre se intimidou com a tecnologia, a usar o iPad. Depois ele orgulhosamente me mostrou seu novo iPhone 6 que havia comprado. Ele tinha, finalmente, se livrado de seu antigo celular. "A melhor parte", ele disse, "é que eu já sei como usar o aparelho graças ao iPad que você me comprou". Eu ri e fiquei feliz por ele conseguir usar o iPhone tão bem quanto seu iPad.

Já está fazendo um ano desde que ele foi diagnosticado, e fico feliz ao dizer que ele já se recuperou completamente da cirurgia. Eu realmente acredito que ter um aparelho tão incrível e mágico ajudou-o a lutar contra sua depressão e fez com que ele reacendesse o brilho que ele tinha antes da cirurgia.

Essa experiência não somente reforçou meu amor pela Apple, como também fez com que a empresa ganhasse um novo fã de carteirinha, que é o meu avô.

Obrigado por liderar essa companhia incrível e por criar coisas incríveis para as pessoas do mundo."

Fonte: Reddit