Tim Cook é considerado um visionário por organização de direitos humanos

Por Redação | 04.10.2015 às 13:29
photo_camera Divulgação

A HRC (Human Rights Campaign), uma organização sem fins lucrativos de direitos humanos, publicou em seu site oficial uma nota afirmando que o CEO da Apple, Tim Cook, é um visionário. O texto cita suas contribuições profissionais e pessoais para a comunidade LGBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros).

"Suas contribuições para falar sua verdade direta corajosamente não só têm dado esperança para inúmeras pessoas ao redor do mundo, como têm salvado vidas. Através de seu exemplo e compromisso da Apple com a igualdade, os jovens LGBT, em particular, podem olhar a incrível carreira de Tim Cook e saber que não há nada os segurando em volta. Eles podem sonhar tão grande quanto o que as suas mentes permitem, mesmo se eles querem ser CEO de uma das maiores empresas do mundo", afirma Chad Griffin, presidente da HRC.

Cook assumiu sua homossexualidade em outubro do ano passado e desde então vem promovendo ativamente a legislação pró-igualdade nos Estados Unidos, principalmente no Alabama, onde nasceu. Consequentemente, a Apple também se tornou a empresa líder na defesa das questões LGBT, aplicando seu peso substancial por trás da política pública não discriminatória, como a Lei da Igualdade.

A companhia também pretende alcançar a igualdade racial e de gênero. No ano passado, a HRC deu à Apple uma ótima pontuação no seu Índice de Igualdade Corporativa pela 13ª vez consecutiva. Tim Cook possui ligações diretas com o HRC como um contribuinte financeiro para a campanha Project One America, que visa focar na não discriminação LGBT no Alabama, Mississippi e Arkansas.

Fonte: Apple Insider