Tim Cook diz que Apple não apoia novas políticas de imigração de Trump

Por Redação | 30.01.2017 às 14:58

O CEO da Apple, Tim Cook, enviou uma mensagem para os funcionários da empresa dizendo estar preocupado com a mais recente ordem executiva do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que limita a imigração de sete países.

O executivo observou ainda que funcionários da empresa da Maçã foram afetados pela nova medida e que as equipes de Recursos Humanos, segurança e apoio legal estavam em contato para ajudá-los. Google, Facebook e Uber também já se manifestaram oficialmente contra a medida anti-imigração.

No último final de semana, Donald Trump gerou polêmica ao anunciar que durante 3 meses ninguém nascido em países como Irã, Sudão, Síria, Iraque, Líbia, Somália e Iêmen poderiam entrar nos Estados Unidos. O presidente acredita que os quatro primeiros são os que mais propagam o terrorismo, enquanto os três últimos seriam "países preocupantes".

Confira a carta de Tim Cook na íntegra:

Equipe,

Em minhas conversas com funcionários aqui em Washington esta semana, deixei claro que a Apple acredita profundamente na importância da imigração - tanto para a nossa empresa quanto para o futuro da nossa nação. A Apple não existiria sem a imigração, muito menos prosperaria e inovaria da maneira que fazemos.

Ouvi falar de muitos de vocês que estão profundamente preocupados com a ordem executiva emitida ontem restringindo a imigração de sete países de maioria muçulmana. Eu compartilho de suas preocupações. Não é uma política que apoiamos.

Há empregados na Apple que são diretamente afetados pela ordem de imigração de ontem. Nossas equipes de RH, Legal e de Segurança estão em contato com eles, e a Apple fará tudo o que pudermos para apoiá-los. Estamos fornecendo recursos na AppleWeb para qualquer pessoa com dúvidas ou preocupações sobre políticas de imigração. E nós vamos à Casa Branca para explicar o efeito negativo em nossos colegas de trabalho e em nossa companhia.

Como eu disse muitas vezes, a diversidade torna nossa equipe mais forte. E se há uma coisa que eu sei sobre as pessoas na Apple, é a profundidade da nossa empatia e apoio uns aos outros. É tão importante agora como sempre foi, e não vai enfraquecer. Eu sei que posso contar com todos vocês para garantir que todos na Apple se sintam bem-vindos, respeitados e valorizados.

A Apple está aberta. Aberta a todos, não importa de onde eles vêm, que idioma eles falam, quem eles amam ou quem eles adoram. Nossos funcionários representam os melhores talentos do mundo, e nossa equipe vem de todos os cantos do globo.

Nas palavras do Dr. Martin Luther King, "Podemos ter chegado em navios diferentes, mas estamos no mesmo barco agora."

Tim

Fonte: The Verge